Hôjôki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hôjôki [方丈記], traduzido como Relatos da minha cabana, é um importante trabalho do gênero zuihitsu, do período Kamakura (1185-1333) no Japão, assinado por Ren’in, o nome budista de Kamo no Chomei, poeta e ensaísta provavelmente nascido entre 1153 e 1155.[1]

Referências

  1. Bob Woodley. Chapter 3--Medieval--KAMO NO CHOMEI (1153-1216) (em en) 'Japanese Author'. Washburn University. Página visitada em 14 de agosto 2013.
  • Keene, Donald. Seeds in the heart – Japanise literature from earliest times to the late sixteenth century. New York: Columbia University Press, 1999.
  • Yoshida, Luiza Nana. Inja Bungaku – Considerações sobre a literatura dos retirados da Era Chûsei. In: Estudos Japoneses, n. 17, São Paulo, 1997, p. 119-127.
  • Yoshida, Luiza Nana. O fluir do rio em Hôjôki. In: Estudos Japoneses, n. 21, São Paulo, 2001, p. 23-34.
  • Yoshida, Luiza Nana. A história de Kamo no Chômei e a História – de 1155 a 1180. em: Estudos Japoneses, n. 23, São Paulo, 2003, p. 49-61.
  • Yoshida, Luiza Nana. Hôjôki e as cinco catástrofes. In: Anais do XIV Encontro Nacional de Professores Universitários de Língua, Literatura e Cultura Japonesa. Assis: Universidade Estadual Paulista/Assis, 2003, p. 319-329.
  • Wakisaka, Geny. Hôjôki: ensaio de um budista em retiro, notas e comentários. em: Estudos Japoneses, número/volume 4, São Paulo, 1984, p. 17-37.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.