HMS Harvester (H-19)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
HMS Handy (H-19)
HMS Harvester (H-19)
Contra-torpedeiro Classe H.
Carreira   Bandeira da marinha que serviu
Estaleiro Vickers-Armstrong Barrow-in-Furness [1]
Batimento de quilha 3 de junho de 1938
Lançamento 29 de setembro de 1939 como HMS Handy (H-19)
Renomeado para HMS Harvester (H-19) em 27 de fevereiro de 1940
Comissionamento 23 de maio de 1940
Período de serviço 1940 - 1943
Estado afundado por torpedos
Fatalidade 11 de março de 1943
Carreira Naval Jack of Brazil.svg
Nome CT Juruá
Data de
aquisição
Encomendado em 06 de dezembro de 1937
Estado Comprado pela Marinha Real Britânica em 05 de setembro de 1939
Características gerais
Tipo de navio contra-torpedeiro
Classe Classe H
Deslocamento 1 340 ton (padrão); 1 854 ton (plena carga).
Comprimento 98,5 m
Boca 10,0 m
Calado 2,6 m
Propulsão 34 000 shp
Velocidade 35,5 nós (máxima)
Autonomia 5 700 milhas / 15nós
Armamento 3 canhões de 4,7 polegadas (120 mm) em reparos simples

8 metralhadoras de 13 mm
2 reparos quádruplos de 21 pol. (533 mm)
2 calhas para lançamentos de minas, capacidade de 120 minas.

Tripulação 145 tripulantes

O HMS Harvester (H-19) foi um contra-torpedeiro inglês da classe H , pertencente a Marinha Real Britânica que atuou durante a Segunda Guerra Mundial.

A embarcação fazia parte de uma encomenda de seis navios do mesmo tipo feita pela Marinha do Brasil ao estaleiro Vickers-Armstrong Barrow-in-Furness. O barco foi requisitado pelo Almirantado Britânico em 4 de setembro de 1939, três dias após o início da II Guerra Mundial.

Lançado ao mar em 29 de setembro de 1939 como HMS Handy mudou de nome para HMS Harvester em 27 de fevereiro de 1940, para não ser confundido com o também contra-torpedeiro HMS Hardy (H-87) [1] .

Em seus quase três anos de operações o Harvester teve importante participação na Operação Dínamo da Batalha de Dunquerque [2] e na Batalha do Atlântico [3] .

Comandantes[editar | editar código-fonte]

Pelos relevantes serviços prestados durante a Segunda Guerra os três comandantes do Harvester receberam a Ordem de Serviços Distintos (DSO) entre outras comendas [4] [5] [6] . O comandante Arthur Andre Tait foi o único que não sobreviveu a Guerra, afundando com o seu navio em 11 de março de 1943.

Comandante Período
Mark Thornton 11 de março de 1940 - 15 de março de 1942
Harold Pitcairn Henderson 15 de março de 1942 - 9 de agosto de 1942
Arthur Andre Tait 9 de agosto de 1942 - 11 de março de 1943

Operações[editar | editar código-fonte]

Desde 29 de junho de 1940 quando prestou serviço de proteção ao Comboio WS 001 (29 junho - 29 de julho de 1940), o navio esteve presente em outros 44 comboios como escolta [3] .

Em sua última patrulha acompanhou o Comboio HX 228 (28 fevereiro - 15 de março de 1943) que partiu do porto de Nova Iorque com destino a Liverpool navegando a uma velocidade média de 8,6 nós. Os 88 navios mercantes que faziam parte do comboio, eram protegidos por 8 navios de escolta além de cobertura aérea em parte do percurso. Cinco navios cargueiros, um contra-torpedeiro e dois submarinos não alcançaram o porto de destino [7] .

O contra-torpedeiro HMS Harvester na madrugada de 11 de março de 1943, recolheu 51 sobreviventes do navio mercante norte-americano da Classe Liberty SS William C. Gorgas, que tinha sido torpedeado pelo submarino alemão U-757.

Corveta Aconit recolheu os sobreviventes do HMS Harvester.

Em seguida o submarino U-444 que navegava na superfície a procura de navios foi surpreendido pelo HMS Harvester e obrigado a uma imersão de emergência. O contra-torpedeiro iniciou com sucesso um ataque com cargas de profundidade. As primeiras bombas alcançaram o submarino quando ele estava a 120 metros de profundidade, ocasionando pesados danos. O submarino passou a fazer água, teve que retornar a superfície. O HMS Harvester avançou sobre o submarino em uma ação de abalroamento, que deixou fora de ação tanto o U-444 quanto o próprio contra-torpedeiro.

Pela manhã, o submarino U-432 alcançou o HMS Harvester, que estava imobilizado em consequência de danos sofridos após ter abalroado o Unterseeboot U-444. O contratorpedeiro estava com e eixo da hélice quebrado e foi rodeado por várias vezes, o submarino manteve a profundidade de periscópio, e disparou um torpedo pela proa a uma distância de 600 metros e outro de pôpa a 700 metros, ambos atingiram o alvo. O navio foi partido em duas seções e foi ao fundo, levando com ele 146 tripulantes [3] .

A corveta Aconit que navegava sob a bandeira da França Livre e vinha em busca dos sobreviventes do HMS Harvester, encontrou o U-444 ainda na superfície e em um novo abalroamento afundou o submarino, para na sequencia iniciar um ataque bem sucedido ao U-432 que permanecia na área [8] [9] .

Vinte e nove sobreviventes do HMS Harvester, foram recolhidos Aconit, além de outros seis resgatado pelo cargueiro norte-americano SS Henry Wynkoop [10] [1] .

Submarinos atacados pelo HMS Harvester[editar | editar código-fonte]

Em sua história o HMS Harvester (H-19) da Royal Navy, esteve envolvido no combate e afundamento dos seguintes submarinos: [3] [1]

U-32 (1937).
Data Nome do navio Comandante Nacionalidade Localização Navios envolvidos no combate
30 outubro de 1940 U-32 Oberleutenant Hans Jenisch War Ensign of Germany 1938-1945.svg 55º37'N, 12º19'O HMS Highlander (H-44)
17 novembro de 1940 Comandante Faà di Bruno tenente-comandante Aldo Henrique Flag of Italy (1861-1946) crowned.svg 55º37'N, 12º19'O HMCS Ottawa (H-60)
7 dezembro de 1941 U-208 Oberleutenant Alfred Schlieper War Ensign of Germany 1938-1945.svg 35º51'N, 07º45'O HMS Hesperus (H-57)
30 outubro de 1940 U-444 Oberleutenant Albert Langfeld War Ensign of Germany 1938-1945.svg 51º14'N, 29º18'O FFL Aconit (K 58)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Navios Brasileiros. CT Juruá, depois HMS Harvester - H 19, ex-Handy - H 19, Classe Javary/Havant. Página visitada em 3-1-2011.
  2. Guðmundur Helgason. HMS Harvester (H 19), British Destroyer (em inglês) u-boat.net. Página visitada em 3-1-2011.
  3. a b c d Lt Cdr Geoffrey B Mason RN (Rtd). HMS Harvester (H-19) (em inglês) Naval-History.Net. Página visitada em 3-1-2011.
  4. Guðmundur Helgason. Mark Thornton DSO, DSC, RN (em inglês) u-boat.net. Página visitada em 3-1-2011.
  5. Guðmundur Helgason. Harold Pitcairn Henderson, RN (em inglês) u-boat.net. Página visitada em 3-1-2011.
  6. Guðmundur Helgason. Arthur Andre Tait DSO, RN (em inglês) u-boat.net. Página visitada em 3-1-2011.
  7. Warsailors. Convoy HX 228 (em inglês). Página visitada em 1-1-2011.
  8. Fernando Almeida, Werner Freitag, David Rayner & Walter Janssens, Horst Schmeisser e Howard Cock. Notes for U-432 (em inglês) ubootwaffe.net. Página visitada em 1-1-2011.
  9. U-boat Archive. Report on interrogation of survivors from "U 432" (em inglês) The British Interrogation Reports. Página visitada em 3-1-2011.
  10. Guðmundur Helgason. FFL Aconit (K 58), Corvette of the Flower class (em inglês) u-boat.net. Página visitada em 3-1-2011.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Blair, Clay (1996). Hitler's U-Boat War, The Hunters 1939-1942. Random House. ISBN 0-394-58839-8.
  • Rohwer, J. and Hummelchen, G. (1992). Chronology of the War at Sea 1939-1945. Naval Institute Press. ISBN 1-55750-105-X.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Contra-torpedeiros da Royal Navy é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.