Haldor, o Não-Cristão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Haldor, o Não-Cristão (Halldórr ókristni) foi um escaldo nórdico, ativo por volta do ano 1010. A única informação conhecida sobre ele era que ele era um dos poetas da corte de Jarl Érico Hakonarson[1] . Oito versos dróttkvætt por ele existem, preservados nas sagas dos reis. Eles contêm uma descrição vívida da Batalha de Svolder. Heimskringla atribui pelo menos algumas dessas estrofes a um flokkr de Jarl Érico e estudiosos às vezes se referem a eles como Eiríksflokkr.

As fontes existentes não explicam o cognome "ókristni" (não-cristão) mas é sabido que apesar de Jarl Érico ter adotado o Cristianismo, pelo menos nominalmente, ele era tolerante quanto ao paganismo e seus poetas da corte o aclamavam em termos tradicionalmente pagãos.[2]

Referências

  1. Örjan Martinsson. Olav Tryggvessons historia (em sueco) Tacitus.nu. Visitado em 23 de junho de 2014.
  2. Christiansen 2002, p. 273

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências