Halo: Reach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Halo: Reach
Desenvolvedora Bungie
Publicadora(s) Microsoft Game Studios
Compositor(es) Martin O'Donnell
Michael Salvatori
Plataforma(s) Xbox 360
Série Halo
Data(s) de lançamento
  • JP 15 de setembro de 2010
  • INT 14 de setembro de 2010
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo Um jogador, Multijogador
Classificação Inadequado para menores de 14 anos i DEJUS (Brasil)
Inadequado para menores de 17 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 16 anos i PEGI (Europa)
Mídia Disco óptico, distribuição digital
Último
Último
Halo 3: ODST
Halo 4
Próximo
Próximo

Halo: Reach é um jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Bungie e publicado pela Microsoft Game Studios na plataforma Xbox 360. Reach foi lançado na América do Norte, Austrália e Europa no dia 14 de setembro de 2010. O jogo se passa no ano de 2552, onde a humanidade está em guerra com os Covenant. O jogador controla Noble Six, um membro de um esquadrão de elite, em sua batalha pelo mundo de Reach. Conforme os Covenant começam seu ataque ao planeta, o UNSC começa seu fútil esforço em impedir a invasão alienígena.

Halo: Reach foi anunciado pela primeira vez na Electronic Entertainment Expo de 2009 em Los Angeles, Califórnia, com o primeiro trailer da ação em jogo exibido durante a Spike Video Game Awards de 2009. Os jogadores que tivessem comprado Halo 3: ODST podiam participar de um beta multiplayer de Halo: Reach em maio de 2010; o beta permitia que a Bungie obtivesse opiniões e respostas dos jogadores para detectar falhas e ajustar a jogabilidade antes de entregar a versão final. Os desenvolvedores se concentraram em criar um mundo envolvente, inimigos mais difíceis, e gráficos e som atualizados.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Ambientação e personagens[editar | editar código-fonte]

Reach se desenrola em um cenário futurista de ficção científica, no ano de 2552, logo antes dos eventos de Halo: Combat Evolved e durante os eventos do romance Halo: The Fall of Reach. Os humanos, sob o comando da United Nations Space Command (UNSC), têm travado uma longa guerra contra um coletivo de raças alienígenas conhecidos como Covenant. Nos eventos de Halo: Reach, quase todas as colônias humanas caíram. O planeta Reach é uma colônia similar à Terra e nele se encontra o principal centro militar da UNSC. A colônia é também o lar de 700 milhões de humanos, além da presença militar.[1]

O jogo segue as ações da Equipe Noble, uma unidade de operações especiais da UNSC composta por super-soldados de elite conhecidos como Spartans. Os jogadores assumem o papel de um novo integrante da equipe, conhecido como Noble Six. O lider da Equipe Noble é Carter-A259. Seu segundo-em-comando, Kat-B320, tem um braço biônico; juntos, Carter e Kat são os únicos membros remanescentes da Equipe Noble original. Outros membros da nova Equipe Noble incluem o especialista em armas pesadas Jorge-052, o especialista em assalto Emile-A239 e o atirador Jun-A266.[2]

Campanha[editar | editar código-fonte]

O jogo se inicia com a vista do planeta Reach em ruínas, e então a cena volta para acontecimentos anteriores à invasão Covenant. A Equipe Noble, enviada para descobrir por que um relê de comunicações foi desligado, descobre forças Covenant em Reach. Logo após, a equipe defende a Base Sword, uma instalação do Escritório de Inteligência Naval (ONI), à partir de uma nave Covenant capturada. A equipe então conhece Catherine Halsey, uma cientista e o "cérebro" por trás do programa Spartan e sua armadura, MJOLNIR. Halsey então informa a Equipe Noble que as forças Covenant estavam em busca de informações importantes.

Jun e Six são enviados em uma missão secreta para avaliar as forças Covenant e descobrem uma grande força de invasão no planeta. Na manhã seguinte, a Equipe Noble auxilia as forças da UNSC em um assalto à uma base terrestre Covenant. Quando um super-cargueiro Covenant se junta à luta, Jorge e Six partem em um plano para destruir o cargueiro utilizando uma bomba improvisada. Os Spartans usam caças de ataque para se infiltrar em uma corveta Covenant, preparam a bomba e traçam em um rumo para se atracar ao cargueiro. O temporizador da bomba é danificado, então Jorge fica para trás e se sacrifica, destruindo o cargueiro. Momentos depois, um grande número de naves Covenant chegam à Reach para iniciar uma invasão em grande escala.

Six retorna à superfície e viaja para a cidade de New Alexandria. O Spartan auxilia os militares na região na luta contra os Covenant e na evacuação de civis, se reunindo novamente com a Equipe Noble. Eles se retiram para um bunker subterrâneo quando os Covenant começam a bombardear a cidade com plasma, mas Kat é morta por um franco-atirador Covenant antes de alcançá-lo. Chamados novamente à Base Sword, a Equipe Noble é guiada pelo subterrâneo para um antigo artefato que Halsey acredita ser a chave para vencer a guerra contra os Covenant. Six, Carter e Emile são então enviados em um transporte com a inteligência artificial Cortana - e informações sobre o artefato - para a nave UNSC Pillar of Autumn. Jun deixa a equipe para escoltar Halsey para outra base.

Em rota para a doca da Pillar of Autumn, Carter está gravemente ferido. Ele então guia sua nave em direção à uma plataforma de ataque Covenant, abrindo caminho para que Six e Emile cheguem às docas. Emile usa um canhão para defender a Autumn enquanto Six luta com forças terrestres Covenant para levar Cortana ao capitão da Autumn, Jacob Keyes. Quando Emile é morto por Elites, Six fica para trás para controlar o canhão, assegurando a fuga da Autumn. A Pillar of Autumn traça um rumo e descobre um dos anéis da matriz Halo, e os eventos que se desenrolam em Halo: Combat Evolved.

A cena pós-créditos coloca o jogador no controle de Six em uma última posição contra uma esmagadora força Covenant. Depois de sofrer danos pesados, Six tira seu capacete, é rendido e, por fim, morto. A cena seguinte mostra anos mais tarde, com o capacete de Six ainda nos gramados da planície de Reach, agora restaurada. A narração de Halsey elogia a Equipe Noble, que permitiu a vitória da humanidade sobre os Covenant.

Recepção e crítica[editar | editar código-fonte]

Anúncio de Halo: Reach na E3 2009

Halo: Reach arrecadou US$ 200 milhões no dia de seu lançamento, marcando um novo recorde para a franquia.[3] O jogo vendeu bem na maioria dos países[4] , passando rapidamente para três milhões de unidades vendidas em seu primeiro mês na América do Norte. A recepção crítica foi positiva; críticos de publicações como IGN, GamePro e Official Xbox Magazine o nomearam como o melhor título Halo até o momento. Reach foi o último jogo da Bungie na franquia Halo; os títulos futuros foram passados à subsidiária da Microsoft, 343 Industries.


Referências

  1. Bungie Intel - Planet Reach. Página visitada em 04 de junho de 2013.
  2. Nate Ahearn. Meet Halo: Reach's Noble Team IGN. Página visitada em 04 de junho de 2013.
  3. Kris Graft. Analyst: Halo Reach Sales Bode Well For Core Gamer Market Gamasutra. Página visitada em 04 de junho de 2013.
  4. Danny Cowan. Saling The World: Halo: Reach, Professor Layton Debut as Top Sellers Gamasutra. Página visitada em 04 de junho de 2013.


Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.