Han Suyin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rosalie Matilda Kuanghu Chow, sendo o seu pseudônimo: Han Suyin, (Xinyang, 12 de setembro de 1917 - Lausanne, 2 de novembro de 2012) foi uma médica e escritora chinesa.

Formou-se em medicina e foi pediatra em Cingapura, abandonando a carreira após casar-se com um diplomata chinês. Começou a escrever quando foi morar em Hong Kong e seu primeiro romance, A Many-Splendoured Thing, virou sucesso no cinema em 1955 com o título de Love is a Many-Splendored Thing (br: Suplício de uma Saudade; pt: A Colina da Saudade), dirigido por Henry King. Este filme é baseado numa aventura amorosa que a própria Han Suyin viveu com um correspondente de guerra baseado em Cingapura[1] .

Suyin conheceu Indira Gandhi, Mao Tsé-tung e Zhou Enlai, sendo que seus livros de maiores sucessos foram biografias e ensaios de personalidades políticas do século XX.

The Crippled Tree, A Mortal Flower, Birdless Summer, My house has two doors e Phoenix Harvest, escritos entre 1964 e 1979 é a sua principal obra, sendo uma autobiografia.

Referências