Hans Joachim Sewering

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hans Joachim Sewering (30 de janeiro de 1916 - 18 de junho de 2010) foi um médico alemão. Na Segunda Guerra Mundial, ele é acusado de ter participado da transferência de 900 crianças deficientes católicas em um acampamento onde elas foram mortas.