Haplogrupo R (ADN-Y)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Haplogrupo R

Haplogroup R (Y-DNA).PNG

Tempo de origem 27,000 anos [1]
Lugar de origem Asia[1]
Ancestral Haplogrupo P (ADN-Y)
Descendentes R1 ( R1a e R1b ) e R2
Mutações definidas M270
Alta frequência Asia , Europa, Africa e América

Em genética humana, o haplogrupo R (ADN-Y) é um haplogrupo do cromossoma Y humano definido principalmente pela mutação M207, que deriva tal como o haplogrupo Q, do haplogrupo P. Como ilustrado no mapa da caixa de informação ao lado, encontra-se muito difundido em toda a Eurasia Ocidental e, desde a Europa até à India, expandindo-se também por África e América.

Origem e dispersão[editar | editar código-fonte]

De acordo com a versão 8.75, de 6 Setembro de 2013, da Sociedade Internacional de Genealogia Genética (ISOGG), acredita-se que o haplogrupo R-M207 do ADN-Y humano surgiu aproximadamente à 27.000 anos na Ásia. O haplogrupo R (ADN-Y) divide-se duas sub ramificações principais: R1 e R2.[1]

Estima-se que o haplogrupo R1-M173 surgiu à cerca de 18,500 anos durante o valor máximo do ultimo periodo glaciar, Last Glacial Maximum (LGM) na região sul oeste da india. Os descentes do haplogrupo R1 são R1a e R1b.[1]

Acredita-se que o haplogropo R1a-M420 surgiu na região do vale do Rio Indo, na região fronteira entre a China, Paquistão e India, e hoje é frequente na Europa do leste e na região central e oeste da Asia. O haplogrupo R1a1a1g-M458 atinge frequências superoiores a 30% na Europa do leste.[1]

O R1b-M343 é muito frequente na Euroasia e em África e acredita-se que surgiu no SO da Asia. O paragrupo R1b1* e haplogrupo R1b1c-V88 são muito frequentes no SO da Asia e em África. No continente africano a ramificação R1b1c está associada à expansão das lingua chadicas.[1]

O R1b1a-P297 é frequente na Euroasia. O R1b1a1-M73 é frequente na Ásia e escasso na Europa.

O haplogrupo R1b1a2-M269 é o mais frequente na Europa e em especial no ocidente europeu mas com frequência significativa no sul da Asia de onde é suposto ter-se originado aproximadamente entre 4.000 e 8.000 anos. O haplotipo modal atlântico - AMH (da sigla inglesa Atlantic Modal Haplotype) é o marcador genético mais comum do haplogrupo R1b1a2a1a1-L11/S127 e muitos R1b1a2 europeus pertencem ao haplogrupo R1b1a2a1a1a-S21/U106 ou R1b1a2a1a1b-P312/S116.[1]

O R2 é mais frequente na Ásia, mais especificamente no sub continente indiano e na Asia central.[1]

Árvore filogenética do haplogrupo R (ADN-Y) ibérico - 2013[editar | editar código-fonte]

Na árvore filogenética do haplogrupo R (ADN-Y) ibérico abaixo[vago] os valores entre parentesis são os fornecidos pela base de dados do web site iberianroots e as hiper ligações mostam mapas da respetiva densidade distribuição ilustrando a dispersão geográfica das respetivas sub ramificações.


Haplogrupos ibéricos.png |

Haplogrupos do cromossoma Y humano

cromossoma Y comum a todos os homens
A
BT
B CT
DE CF
D E C F
G H IJK
IJ K-M9
I J LT K-M526
L T MS P NO
M S Q R N O
R1 R2
R1a R1b

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Nota[editar | editar código-fonte]

Este artigo é uma tradução livre do texto original em inglês da ISOGG

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. a b c d e f g h ISOGG, versão 8.3 de 26 de setembreo de 2013.