Happiness Is a Warm Gun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Happiness Is a Warm Gun"
Canção de The Beatles
do álbum The Beatles
Lançamento 22 de novembro de 1968
Gravação Abbey Road Studios
24-25 de setembro de 1968
Gênero(s) Hard-rock, rock progressivo
Duração 2:43
Gravadora(s) Apple Records
Composição Lennon/McCartney
Produção George Martin
Faixas de The Beatles
Lado um
  1. "Back in the U.S.S.R."
  2. "Dear Prudence"
  3. "Glass Onion"
  4. "Ob-La-Di, Ob-La-Da"
  5. "Wild Honey Pie"
  6. "The Continuing Story of Bungalow Bill"
  7. "While My Guitar Gently Weeps"
  8. "Happiness Is a Warm Gun"

Lado dois

  1. "Martha My Dear"
  2. "I'm So Tired"
  3. "Blackbird"
  4. "Piggies"
  5. "Rocky Raccoon"
  6. "Don't Pass Me By"
  7. "Why Don't We Do It in the Road?"
  8. "I Will"
  9. "Julia"

Lado 3

  1. "Birthday"
  2. "Yer Blues"
  3. "Mother Nature's Son"
  4. "Everybody's Got Something to Hide Except Me and My Monkey"
  5. "Sexy Sadie"
  6. "Helter Skelter"
  7. "Long, Long, Long"

Lado 4

  1. "Revolution 1"
  2. "Honey Pie"
  3. "Savoy Truffle"
  4. "Cry Baby Cry"
  5. "Revolution 9"
  6. "Good Night"

"Happiness Is a Warm Gun" é uma canção dos Beatles composta por John Lennon, creditada a dupla Lennon-McCartney, e lançada no álbum The Beatles ou "Álbum Branco" de 1968.

Origens da Criação[editar | editar código-fonte]

O título original da canção era “Happiness Is a Warm Gun in Your Hand” (“Felicidade é uma Arma Quente na sua Mão”), inspirado numa revista que por sua vez parodiava “Happiness Is a Warm Puppy,” um livro do personagem animado Charlie Brown, escrito por Charles Schulz in 1962.

De acordo com John Lennon, o título veio de uma revista sobre armas, que George Martin mostrou pra ele: “Eu acho que ele me mostrou a capa de uma revista que dizia ‘Felicidade é uma arma quente’… Era sobre armas. Eu achei uma coisa muito fantástica e insana pra se dizer. Uma arma quente significa que você acabou de atirar em algo.”

Letra[editar | editar código-fonte]

Muitas interpretações diferentes da canção foram divulgadas através dos anos. Já foi dito que a “Arma Quente” era uma referência sobre o desejo sexual para com Yoko Ono chegando a compará-la com um revólver dizendo que "quando a segura em seus braços e sente o gatilho em seu dedo, ele sabe que ninguém pode fazer nenhum mal." E também uma referência com o seu problema com heroína nas gravações do álbum (no caso a arma quente seria uma seringa carregada) apesar de Lennon ter declarado que não usava através de injeção. A seringa seria uma arma quente porque é uma coisa que faz ele se sentir bem mesmo sendo algo que o faz mal, como uma arma mesmo. Ao longo da canção ele diz que precisa de uma dose, e que a "Madre Superiora sacou a arma."

Gravação[editar | editar código-fonte]

Lennon disse uma vez que a música é “um tipo de História do Rock ‘n roll,” já que contém cinco seções diferentes de estilos em menos de três minutos. A música começa com uma introdução suave ("She's not a girl who misses much…"). A bateria, baixo e a guitarra distorcida entram em um novo ponto surreal tomado pela viagem de ácido de Lennon e Derek Taylor, com Taylor contribuindo nas linhas de abertura. Após isso, a música entra num fragmento de uma canção chamada “I Need a Fix” (“Preciso de uma dose”) construído entre o solo. Esta seção leva a próxima com o refrão “Mother Superior jumped the gun.” A seção final é uma espécie de valsa, com o título da música e os vocais de apoio (“bang, bang, shoot, shoot”).

Além disso, a construção métrica dela é uma das mais radicais; começa em 4/4, depois 3/4 (no solo e “I need a fix…”), depois vem 6/8, 3/4, e 4/4 no trecho “Mother Superior…” e 4/4 no refrão “Happiness…” No trecho falado, (“When I hold you…”) a música entra levemente em 6/4 compassos. O trecho falado tem raízes na canção demo de “I'm So Tired,” que contém um trecho similar. No fim da música a bateria faz um som "seco" que lembra um tiro de arma de fogo.

Os músicos[editar | editar código-fonte]

Curiosidades e referências[editar | editar código-fonte]

  • A canção de múltiplas seções inspirou a banda Radiohead nas 3 partes de “Paranoid Android” em OK Computer.”
  • “Happiness Is a Warm Gun” é a canção favorita de Paul McCartney no Álbum Branco. Embora as tensões fossem constantes durante a gravação, eles colaboraram em conjunto para a construção métrica, os diferentes ritmos e o resultado final em si, e é considerada uma das poucas e “verdadeiras canções Beatle” do disco.
  • A música é executada no documentário de Michael Moore, “Tiros em Columbine,” e também no filme “Across the Universe.”
  • As bandas U2 e Guns & roses, já executaram essa canção ao vivo.

O cantor Belchior faz menção a ela em sua música "Saia do meu Caminho".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]