Hard power

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Hard power (do inglês poder duro) é um conceito que é principalmente usado no realismo das relações internacionais e se refere ao poder nacional que vem de meios militares e econômicos.

É usado em contraste com o termo Soft power, que se refere ao poder que vem da diplomacia, cultura e história.

O termo Hard power está no fim de ordem do espectro de comportamentos e descreve uma capacidade nacional de coagir ou induzir outra nação a executar um curso de ação. Isto pode ser feito pelo poder militar que se compõe de diplomacia coerciva, guerra e aliança que usa ameaças e força com o objetivo de coerção, intimidação e proteção. O poder econômico pode ser usado alternativamente, por meio de ajuda, subornos e sanções econômicas para induzir e coagir.

Um dos melhores exemplos de Hard power é a Invasão americana de 2003 no Iraque, e o seu controle mútuo sobre a maior parte do mundo. As nações como os Estados Unidos podem usar o seu potencial militar conhecido para forçar outras nações do mundo a aderir às suas exigências.

Ver também[editar | editar código-fonte]