Haroldo de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Haroldo de Oliveira
Nome completo Haroldo Clóvis Soares de Oliveira
Nascimento 9 de abril de 1942
Rio de Janeiro, RJ
Morte 27 de dezembro de 2003 (61 anos)
Rio de Janeiro, RJ
IMDb: (inglês)


Haroldo Clóvis Soares de Oliveira (Rio de Janeiro, 9 de abril de 1942 — Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2003) foi um ator brasileiro. Fez o André de Escrava Isaura e o Jacinto de Xica da Silva.

Ele teve atuações marcantes na TV, no cinema e no teatro, desde a estréia, aos 10 anos, em "Rio 40 Graus", filme de Nelson Pereira dos Santos. No teatro, fez “Pedro Mico”, dirigido por Paulo Francis, entre tantos outros papéis de destaque e como diretor de teatro teve destaque nas peças "Artigo um sete um" (1982) e "As aventuras de Galápagos" (1979), ambas de Fernando Palilot. Haroldo figurava entre os atores que participaram do Auto da Paixão de Cristo desde o primeiro espetáculo, em 1983.

Pouco antes de ser internado fez parte do elenco do humorístico "Zorra Total" e participou da série Brava Gente, entre outras. Na extinta TV Manchete, Haroldo de Oliveira trabalhou na superprodução Xica da Silva, no papel do fiel escravo de Xica, Jacinto.

Haroldo de Oliveira faleceu no Rio em 27 de dezembro de 2003, aos 61 anos, de falência múltipla dos órgãos, conforme informaram seus familiares. O ator estava internado desde abril, quando sofreu um derrame.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

No cinema[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.