Harrier (cão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Harrier
País de origem  Reino Unido
Características
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 6
Seção 1 - Sabujos farejadores e raças semelhantes - farejadores de médio porte
Estalão #295 - 27 de novembro de 1974

Harrier[Nota], que significa cão de caça, é uma raça cujos primeiros registros datam de meados de 1260, quando eram parte integrante da matilha de Penistone, no oeste da Inglaterra, embora não reconhecida em seu país de origem até então. Quase extinta no século XX, teve sua população aumentada graças aos cruzamentos com foxhounds e possivelmente beagles e bloodhounds. De adestramento dito fácil, é um cão calmo e sociável, de confiança para se ter entre crianças. Fisicamente possui o dorso mais largo que fundo, além de muito firme e forte; pode chegar aos 28 kg e sua curta pelagem varia de coloração entre os indivíduos.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fogle (2009), pág 177

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikipedia lexikon2.jpg   Nota linguística: Na busca pela padronização de uma nomenclatura^ e para adequar a grafia da Wikipédia às normas do português, os nomes das raças - alguns mantidos no original (Fogle (2009)) - estão grafados em iniciais minúsculas, como também visto em dicionário de Cinologia. Todavia, as entidades cinófilas - CBKC do Brasil, CPC de Portugal e FCI - possuem o padrão adotado em maiúsculas, assim como a Enciclopédia Conhecer (vol. II, p. 414).


Ícone de esboço Este artigo sobre cães, integrado ao Projeto Cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.