Heaven Shall Burn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Heaven Shall Burn
Heaven Shall Burn.jpg
A banda no Wacken Open Air em 2011
Informação geral
Origem Erfurt, Turíngia
País Alemanha
Gênero(s) metalcore, Melodic Death Metal
Período em atividade 1996-atualmente
Gravadora(s) Century Media, Lifeforce
Página oficial heavenshallburn.com
Integrantes Marcus Bischoff
Maik Weichert
Eric Bischoff
Matthias Voigt
Alexander Dietz
Ex-integrantes Patrick Schleitzer
Patrick W. Engel
Andre Moraweck
Christian Bass

Heaven Shall Burn é uma banda de Melodic Death Metal\Metalcore formada em 1996 proveniente da cidade de Erfurt, na Alemanha.

História[editar | editar código-fonte]

Heaven Shall Burn foi criada no Outono de 1996, sob o nome Consense.

Em 1998 a banda gravou o EP In Battle There Is No Law. Seguiu-se um álbum split com a banda Fall of Serenity, em 99. Após estes lançamentos, a editora Lifeforce Records interessou-se pela banda.

Após a gravação do EP, a banda muda o nome para Heaven Shall Burn. Este nome é inspirado num álbum de Marduk, Heaven Shall Burn… When We Are Gathered. Apesar de não serem grandes fans de Marduk, a banda gostou do nome e resolveu adoptá-lo. A banda usa o termo Heaven, como metáfora para um falso paraíso, que impede as pessoas de verem claramente.

Em Abril de 2000, após longos meses de trabalho, é apresentado o primeiro álbum Asunder. Ainda em 2000, gravam um álbum split com a banda Caliban.

Após o lançamento do segundo álbum, Whatever It May Take a banda inicou uma tour pela Europa, América do Sul e Islândia. Por volta desta altura conheceram Olàfur Arnalds, que escreveu três faixas clássicas (Echoes, Risandi Von e Deyjandi Von) para o álbum Antigone, gravado em 2003. Este álbum é inspirado numa tragédia gregra, em que Antigone e Iokaste foram enterrads vivos numa sepultura de pedra pelo rei Creon. Para a banda esta tragédia é uma metáfora para a autocracia e a liberdade do indivíduo, numa tirania.

Depois de assinarem com a Century Media, lançaram os álbuns The Split Program II (2005), Deaf to Our Prayers (2006).

O lançamento conta com uma edição especial limitada, que vem com um disco extra que tem a gravação de seu 500° show do grupo, realizado em Saalfeld, Alemanha, em 2012.

Em 2008 é lançado um novo álbum, Iconoclast (Part 1: The Final Resistance).

O grupo Heaven Shall Burn lançou seu novo álbum "Veto" no dia 19 de abril. Esse é o oitavo disco da banda. Sua arte de capa é a obra do pintor britânico John Collier, "Lady Godiva". O grupo comentou que a capa representa "um símbolo da luta contra a injustiça social e pela justiça social".

O lançamento conta com uma edição especial limitada, que vem com um disco extra que tem a gravação de seu 500° show do grupo, realizado em Saalfeld, Alemanha, em 2012

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Patrick Schleitzer - guitarra
  • Patrick W. Engel - baixo (Apenas em estúdio, gravando o álbum Whatever it may take)
  • Andre Moraweck - vocal
  • Cristian Bass - bateria

Discografia[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

  • 1998 - In Battle There Is No Law (EP)

álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of Germany.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical da Alemanha, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.