Hecates Tholus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hecates Tholus
Hecates Tholus.gif

Hecates Tholus, visto de cima.
Planeta Marte
Tipo vulcão
Coordenadas 32.1° N, 150.2° E
Quadrângulo Cebrenia

O Hecates Tholus é um vulcão marciano, notável pelos resultados da missão Mars Express da Agência Espacial Européia que descobriu uma grande erupção ocorrida 350 milhões de anos atrás. A erupção criou uma caldera de 10 km de diâmetro. Foi sugerido que depósitos glaciais preencheram parcialmente a e uma depressão adjacente. Análises datam esse acontecimento em um período recente, entre 5 e 20 milhões de anos atrás. No entanto, modelos climáticos mostram que o gelo não é estável na cratera de Hecates Tholus nos dias de hoje, apontando para uma mudança climática desde o tempo em que os glaciares eram ativos. Foi comprovado que a era glacial correspondeu ao período de crescente obliquidade do eixo rotacional de Marte.1

O vulcão está localizado na latitude 32.1°N 150.2°E, em Elysium Planitia, possuindo um diâmetro de 183.0 km. É o vulcão mais setentrional dos vulcões Elysium, os outros são o Elysium Mons e o Albor Tholus.

Na nomenclatura planetária, um "tholus" é um "pequena montanha ou monte".

Referências

  1. Huber et al., Ernst. (17 March 2005). "Discovery of a flank caldera and very young glacial activity at Hecates Tholus". Nature 434: 356 - 361.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]