Hector Servadac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hector Servadac
Heitor Servadac
Servadac1.gif
Heitor Servadac e seus companheiros.
Autor (es) Júlio Verne
Idioma francês
País França
Série Les voyages extraordinaires
Editora Portugal RBA
Lançamento 1877
Cronologia
Último
Último
Michel Strogoff
As Índias Negras
Próximo
Próximo

Hector Servadac (ou Heitor Servadac) é um livro do escritor francês Júlio Verne, publicado em 1877.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Os franceses Heitor Servadac, capitão do Estado Maior, e a sua ordenança Ben-Zouf, encontram-se em serviço na Argélia, quando, na madrugada de 1 de Janeiro de 18.., após um fenómeno natural de grande escala, dão por si numa "Terra" muito alterada: o seu peso diminuiu (mas não a sua massa); o movimento aparente do Sol passou-se a realizar em sentido inverso (de ocidente para oriente); a atmosfera tornou-se rarefeita; o dia solar passou a durar apenas seis horas; a temperatura de ebulição da água desceu para quase metade; etc.

Depois de encontrarem mais alguns sobreviventes, e de uma viagem de circum-navegação, descobriram que não se encontram sobre a Terra, mas antes sobre um cometa que roçara o planeta Terra, mais especificamente sobre a região do Mar Mediterrâneo, e que este resgatara a partir da sua força de atração gravítica, a atmosfera e minusculas fracções dos continentes Europeu e Africano.

Um dos sobreviventes, o astronomo Palmyrin Rosette, determinou os elementos keplerianos (5 quantidades, da mecânica celeste, que definem uma órbita) do cometa, batizado por este de Galia, ficando os sobreviventes a saber que este cometa voltaria a cruzar-se com a Terra dois anos depois.

Este livro conta as aventuras destes "astronautas involuntários" através do sistema solar até ao seu regresso ao planeta Terra.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.