Heidi (1937)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Heidi é um filme dramático norte-americano de 1937, dirigido por Allan Dwan.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Heidi é uma menina orfã que passa sua infância ao lado de seu avô nos Alpes Suiços. Apesar de ter uma vida simples é uma criança feliz. Porém é levada, contra sua vontade, para uma família rica em Frankfurt. Em sua nova casa Heidi terá que fazer amizade com Klara, uma menina deficiente. Apesar de ficarem amigas instantaneamente, Heidi tem que voltar para a sua terra natal. Quando Klara tem a chance de visitar sua nova amiga se envolve com um mundo que antes nem sonhava em conhecer. Em sua nova vida Klara ganha força e coragem para superar a sua paralisia.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

• Após a gravação desse filme, Shirley Temple, a intérprete de Heidi, viajou para Honolulu, Havaí, onde passou suas férias. Na volta, foi apresentada ao tenor Tito Shipa, a quem desafiou solicitando que ele cantasse "Good Ship Lollipop", música cantada por ela em Bright Eyes. Ele não sabia a letra e ela pediu para ele cantar qualquer outra música. Foi prontamente atendida e, de agradecimento, respondeu com "In Our Little Wooden Shoes", tema de Heidi.[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. O Jornal, 15 de janeiro de 1938, página 11