Heino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Heino em agosto de 2006

Heino, nascido Heinz Georg Kramm (Düsseldorf, 13 de dezembro de 1938) é um cantor alemão de música popular e tradicional.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Filho de pai dentista católico e de mãe protestante, Heino nasceu em Düsseldorf, na Alemanha. Heino também era neto de um organista da Catedral de Colônia e primo de dois padres. Depois que seu pai morreu durante a Segunda Guerra Mundial, no Front Oriental em 1941, Heino conviveu com sua mãe e sua irmã mais velha em 1945 na Pomerânia. Ele sempre foi interessado em cantar e decide participar profissionalmente. Ele faz a sua sua estréia no palco em 1955 e em 1961 fez parte de um trio chamado OK Singers, mas não teve sucesso anos depois. Em 1965, Heino é descoberto por um agente chamado Ralf Bendix e decide produzir seu primeiro single chamado Jenseits des Tales. O tema foi um sucesso que conseguiu vender mais de 100.000 cópias e de lá Heino começou a gravar mais músicas e realizar várias excursões. Na década de 70 muitos de seus temas aparecem na televisão e em 1972 desempenharia seu maior sucesso até à data Blau blüht der Enzian com que até chegou a segunda posição nas paradas alemãs e seu período de maior sucesso. Em 1977, ele se realiza em um programa de TV chamado Sing mit Heino.

Oculos Escuros[editar | editar código-fonte]

O motivo pelo qual ele sempre usa óculos escuro é devido a uma doença nos olhos chamada Doença de Graves, que começou em 1970. Depois disso o módico recomendou a Heino que ele usasse óculos escuros, depois de uma cirurgia para a retirada de uma massa de gordura nos olhos.

Seleção de canções[editar | editar código-fonte]

  • Jenseits des Tales (1966)
  • Wenn die bunten Fahnen wehen (1967)
  • Wir lieben die Stürme (1968)
  • Zu der Ponderosa reiten wir (1968)
  • Bergvagabunden (1969)
  • Wenn die Kraniche zieh'n (1969)
  • Karamba, Karacho, ein Whisky (1969)
  • In einer Bar in Mexico (1970)
  • Hey Capello (1970)
  • Mohikana Shalali (1971)
  • Blau blüht der Enzian (1972)
  • Carneval in Rio (1972)
  • Tampico (1973)
  • La Montanara (1973)
  • Edelweiß (1973)
  • Schwarzbraun ist die Haselnuss
  • Das Polenmädchen (1974)
  • Die schwarze Barbara (1975)
  • Komm in meinen Wigwam (1976)
  • Bier,Bier,Bier (1980)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Heino
Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.