Heinrich von Kittlitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O barão Friedrich Heinrich Freiherr von Kittlitz (Breslau, 16 de fevereiro de 1799Mogúncia, 10 de abril de 1874) foi um naturalista, artista e explorador alemão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É descendente de uma antiga família nobre prussiana "Freiherr" , que significa literalmente "senhor independente", uma linhagem de barões. Kittlitz fez uma viagem ao redor do mundo entre 1826 e 1829 com a expedição russa Senjawin, sob o comando do capitão Feodor Petrovich Lutke (1797-1882). Kittlitz doou ao museu da Academia Russa das Ciências 754 espécimes de 314 espécies de pássaros. Publicou, em 1844, Twenty-four Views of the Vegetation of the Coasts and Islands of the Pacific.

Kittlitz também viajou ao Norte da África em 1831 com o seu amigo Eduard Rüppell (1794-1884), mas teve de voltar para a Alemanha devido a problemas de saúde. É durante esta viagem, enquanto esperava uma embarcação no Egito, que descobre o pássaro conhecido atualmente sob o nome de "borrelho-de-Kittli" ou "borrelho-do-gado", Charadrius pecuarius.

Lista parcial de publicações[editar | editar código-fonte]

  • Kupfertafeln zur Naturgeschichte der Vögel (Frankfurt, 1832).
  • 24 Vegetationsansichten von den Küstenländern und Inseln des Stillen Ozeans (Wiesbaden, 1845-1852).
  • Vegetationsansichten aus den westlichen Sudeten (Frankfurt, 1854).
  • Naturszenen aus Kamtschatka.
  • Bilder vom Stillen Ozean.
  • Denkwürdigkeiten einer Reise nach dem russischen Amerika, nach Mikronesien und durch Kamtschatka (Gota, 1858, 2 volumes).
  • Psychologische Grundlage für eine neue Philosophie der Kunst (Berlim, 1863).
  • Schlußfolgerungen von der Seele des Menschen auf die Weltseele (Mogúncia, 1873).



Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.