Hell's Angels (1930)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Hell's Angels
Os Anjos do Inferno (PT)
Anjos do Inferno (BR)
 Estados Unidos
1930 • p&b • 127 min 
Direção Howard Hughes
Roteiro Harry Behn,
Howard Estabrook
Elenco Ben Lyon,
James Hall,
Jean Harlow
Género Guerra
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Hell's Angels é um filme realizado em 1930 por Howard Hughes. Estreou em 15 de novembro de 1930 mundialmente. Considerado o filme mais caro feito até então com um orçamento de aproximadamente US$ 3,8 milhões, conjugou as suas paixões quer pelo cinema quer pela aviação. O sucesso do filme tornou-o famoso em Hollywood, conquistando várias estrelas femininas do cinema, entre elas Jean Harlow, Ava Gardner e Katharine Hepburn.

Howard Hughes desejava realismo absoluto e em virtude disto ocorreram acidentes dramáticos e fatais durante as filmagens. Em maio de 1928 o piloto Al Wilson escapou da morte quando o avião que conduzia, um Fokker D. VII, mergulhou em uma densa névoa ficando sem visibilidade. Wilson teve que saltar, em baixa altitude, caindo no telhado de uma residência em Hollywood enquanto a avião despedaçou-se ao lado da casa do magnata Joseph Michael Schenck. Mas o pior estava por vir. Em meio às filmagens intensas, novos acidentes, porém, estes últimos sérios e fatais, como: um piloto de avião morreu ao se chocar contra fios de alta tensão; nova morte com piloto quando o avião deste ficou sem combustível e mergulhou ao chão dando cambalhotas. Uma terceira morte ocorreu quando um piloto tentou se exibir, em um vôo sem filmagem e neste momento houve uma pane no manche da aeronave que caiu com violência ficando totalmente despedaçada. O pior acidente ocorreu quando o diretor desejava realismo no combate com um bombardeiro aéreo, sendo uma tomada muito difícil. Hughes exigia que o avião devesse fazer um parafuso quase até ao chão. Os pilotos consideraram a cena muito difícil de executar e assim recusaram-se. Entre os que recusaram foi o piloto Dick Grace. Frank Clarke, outro piloto habilidoso também recusou a tarefa. O piloto Al Wilson, que já tinha se acidentado nas filmagens, aceitou a tarefa desde que tivesse a ajudo de um auxiliar para operar o dispositivo de fumaça do aparelho e assim o jovem Phil Jones aceitou a tarefa. Na tomada da cena, quando o avião (um Sikorski) estava a sete mil pés de altura, precipitando-se para o chão com grande velocidade, ocorreu a ruptura do tecido da asa direita do aparelho. O piloto Al Wilson conseguiu pular de pára-quedas, porém, o auxiliar Phil Jones não saltou e morreu na queda da aeronave.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dois irmãos, Roy e Monte Rutledge alistam-se na RAF ao começar da Primeira Guerra Mundial. Os dois se voluntariam para uma difícil missão de bombardeio, e enquanto Monte se arrisca para tentar perder a fama de covarde, Roy está sempre protegendo-o. Monte é um mulherengo assumido, não deixando escapar nem a namorada de seu irmão, Helen, e também é bastante irresponsável com seus deveres de aviador. Já Roy é um rapaz de fibra moral, que tenta a todo custo manter seu irmão no caminho certo. Seu objetivo é destruir um quartel de armazenamento de armas alemão e retomar a salvo, mas quando uma frota de aviões alemães chega para confrontá-los em combate, escapar com vida será uma missão quase impossível. Anjos do Inferno é o primeiro e milionário filme do produtor e diretor Howard Hughes, e marcou e mudou para sempre a história do cinema, influenciando todas as produções que o seguiram, até os dias de hoje.