Heloísa Buarque de Hollanda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Heloísa Helena Oliveira Buarque de Hollanda (Ribeirão Preto, 26 de julho de 1939) é uma ensaísta, escritora, editora, crítica literária e pesquisadora brasileira.

É graduada em Letras Clássicas pela PUC-Rio, com mestrado e doutorado em Literatura Brasileira na UFRJ e pós-doutorado em Sociologia da Cultura na Universidade de Columbia, em Nova York.

É também professora titular de Teoria Crítica da Cultura da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), coordenadora do Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC/UFRJ) e da Biblioteca Virtual de Estudos Culturais (Prossiga/CNPq). É diretora da Aeroplano Editora Consultoria Ltda. e curadora do Portal Literal. Foi também diretora da editora da UFRJ e do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro.[1]

Em sua atividade de pesquisa, privilegia a relação entre cultura e desenvolvimento, particularmente no que se refere a poesia, relações de gênero e étnicas, culturas marginalizadas e cultural digital. Nos últimos cinco anos, vem se dedicando à cultura produzida nas periferias das grandes cidades e analisando o impacto das novas tecnologias digitais e da internet na produção e no consumo da cultura, desenvolvendo os projetos Universidade das Quebradas e Polo de Cultura Digital, no âmbito do PACC/UFRJ.[2] [3]

Principais obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Macunaíma, da literatura ao cinema
  • 26 Poetas Hoje (org.), 1975, livro que reúne 26 poetas da geração mimeógrafo, ou "poesia marginal".
  • Impressões de Viagem
  • Cultura e Participação nos anos 60
  • Pós-Modernismo e Política
  • O Feminismo como Crítica da Cultura
  • Guia Poético do Rio de Janeiro
  • Asdrúbal Trouxe o Trombone: memórias de uma trupe solitária de comediantes que abalou os anos 70
  • ENTER Antologia Digital e Escolhas, uma autobiografia intelectual

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.