Henri Harpignies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O estuário, 1895. Óleo sobre tela, coleção particular.

Henri-Joseph Harpignies (Valenciennes, 28 de junho de 1819 - Saint-Privé, Yonne, 28 de agosto de 1916) foi um pintor de paisagens francês, integrante da Escola de Barbizon. Detentor de ampla produção, também gravador e aquarelista, mostra em muitas de suas obras mais refinadas a influência do Realismo sereno de Jean-Baptiste-Camille Corot.[1]

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Dedicado a princípio ao comércio, Harpignies inicia-se na pintura aos 27 anos, sob a tutela de Jean Achard. Logo tornar-se-ia um dos mais prolíficos pintores de paisagens do século XIX, elegendo os bosques como tema central, a ponto de ser audaciosamente apelidado por Anatole France de "o Michelangelo das árvores".[2] Suas obras, conhecidas pelo acurado tratamento pictórico, pelas tonalidades prateadas e pelo rigor construtivo no desenho,[1] demonstram a crescente influência dos pintores da Escola de Barbizon e de Camille Corot, com quem viaja para a Itália, em 1860.

Exibe pela primeira vez no Salon de Paris de 1861, frequentando também as seguintes edições e ganhando a medalha de ouro em 1886, por Entardecer na Campanha romana.[1] Suas obras mais admiradas, no entanto, são aquelas realizadas en plein air, em suas viagens e estadias na Itália, onde esteve várias vezes, entre 1850 e 1865, bem como as dos bosques nos arredores de Saint-Privé (onde se estabelece detinitivamente em 1878) além das paisagens da Costa Azul. Frequentemente tratadas a aquarela, as paisagens desse período demonstram mais liberdade na execução.[2]

Embora tenha presenciado diversas revoluções estilísticas que marcaram a França na segunda metade do século XIX, manteve-se sempre fiel ao seu estilo. Pintou ainda nas regiões de Bourbonnais, Nivernais e Auvergne.[1] Angariando amplo sucesso junto ao público, passou a executar, já em Saint-Privé, paisagens de composições e cores agradáveis, ainda que bastante convencionais, recordando decorações teatrais, elaboradas em ateliê.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Henri Harpignies

Referências

  1. a b c d Henri Harpignies. Encyclopædia Britannica. Página visitada em 21 de abril de 2009.
  2. a b c Migliaccio, 1998, pp. 83.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BENEZIT, E. Diccionaire etc.. Paris: Grund, 1999.
  • Luciano, Migliaccio. Henri Joseph Harpignies. In: Marques, Luiz (org.) Catálogo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand: Arte Francesa e Escola de Paris. São Paulo: Prêmio, 1998. 83 p.
  • Vários. Grande Enciclopédia Larousse Cultural. Santana de Parnaíba: Plural, 1998. 2912 pp. ISBN 85-13-00766-8

Ligações externas[editar | editar código-fonte]