Henrietta Swan Leavitt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Henrietta Swan Leavitt
Astronomia
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 4 de julho de 1868
Local (Lancaster, Massachusetts
Morte 12 de dezembro de 1921 (53 anos)
Local Cambridge, Massachusetts
Atividade
Campo(s) Astronomia
Instituições Universidade Harvard
Alma mater Radcliffe College, Oberlin College

Henrietta Swan Leavitt (Lancaster, Massachusetts, 4 de julho de 1868Cambridge, Massachusetts, 12 de dezembro de 1921) foi uma astrônoma estado-unidense famosa por seu trabalho sobre as estrelas variáveis.

Leavitt efetuou seus estudos no Oberlin College e na Society for Collegiate Instruction of Women (Radcliffe College) onde descobriu tardiamente a astronomia. Ao final de seus estudos, em 1892, seguiu outros cursos de astronomia.

Em 1895 ela entrou para o Harvard College Observatory como voluntária. Suas qualidades e sua vivacidade de espírito permitiram-lhe ser admitida no quadro permanente de funcionários do observatório sob a direção de Edward Charles Pickering.

Leavitt teve poucas possibilidades de efetuar trabalhos teóricos, mas foi rapidamente nomeada à chefia do departamento de fotometria fotográfica responsável pelo estudo das fotografias de estrelas a fim de determinar suas magnitudes, processo que envolvia a comparação do tamanho de uma estrela em duas chapas fotográficas tiradas em tempos diferentes.

Ela descobriu e catalogou 1777 estrelas variáveis situadas nas Nuvens de Magalhães. Em 1912, a partir de seu catálogo, ela descobriu que a luminosidade das variáveis cefeidas era proporcional ao seu período de variação de luminosidade. Essa relação período-luminosidade é a base de um método de estimação das distâncias de nebulosas e de galáxias no universo.

Os resultados de Leavitt foram usados por cientistas como Ejnar Hertzsprung, Harlow Shapley e Edwin Hubble e contribuíram significantemente para o desenvolvimento da astrofísica e da cosmologia.

No final da sua vida, por causa de doença, não conseguia já trabalhar, vindo a morrer de cancro em 12 de dezembro de 1921, sendo enterrada no túmulo da família no Cemitério de Cambridge.

Prêmios e honras[editar | editar código-fonte]

  • O asteróide 5383 Leavitt foi assim chamado em sua homenagem.
  • Quatro anos após a morte de Leavitt, o matemático sueco Magnus Gösta Mittag-Leffler considerou nomeá-la para o Prêmio Nobel. A nomeação era baseada em seu trabalho de formulação da relação entre a periodicidade e a luminosidade das variáveis cefeidas. No entanto, como já havia falecido, não foi nomeada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.