Henrique Bernardelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Henrique Bernardelli
Henrique (à esquerda) e Rodolfo Bernardelli
Nascimento 15 de julho de 1857
Morte 6 de abril de 1936 (78 anos)

Henrique Bernadelli (Valparaíso, 15 de julho de 1857Rio de Janeiro, 6 de abril de 1936) foi um pintor brasileiro.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Henrique Bernardelli nasceu no Chile e é irmão do escultor Rodolfo Bernardelli e do também pintor Félix Bernardelli.

Em 1870 matriculou-se na Academia Imperial de Belas Artes, estudando com pintores de destacada importância, como Victor Meireles e Agostinho José da Mota. Em 1878 naturalizou-se brasileiro para poder concorrer ao Prêmio de Viagem à Europa concedido pela AIBA. Após perder o prêmio para Rodolfo Amoedo, viajou para Roma, em 1879, com recursos próprios. Ali entrou em contato com a obra de artistas como Francesco Paolo Michetti e Giovanni Segantini.

De volta ao Rio de Janeiro em 1888, o artista participou de inúmeras exposições: em 1889, da Exposição Universal de Paris, ganhando medalha de bronze com a tela Os Bandeirantes; em 1890, da Exposição Geral das Belas Artes, onde destaca-se com obras como Dicteriade, Tarantella e Calle de Venezia; e em 1893, da Exposição Universal de Chicago, com Messalina, Mater e Proclamação da República.

Em 1891 tornou-se professor de pintura na recém-inaugurada Escola Nacional de Belas Artes. O artista manteve vivo o contato com a cultura figurativa italiana, viajando constantemente para cidades como Roma, Nápoles e Veneza. Lecionou na Escola até ser substituído por Eliseu Visconti, em 1906, passando então a dar aulas particulares em seu ateliê, recebendo concomitantemente encomendas particulares. Sua atuação como decorador merece destaque, tendo realizado trabalhos no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, na Biblioteca Nacional e no Museu Nacional de Belas Artes.

Em 1916, conquistou uma das mais altas premiações que um artista plástico pode aspirar no Brasil: a medalha de honra. Foi também membro do Conselho Superior de Belas Artes, para o qual prestou relevantes serviços.

Grande parte da obra de Henrique Bernardelli foi doada à Pinacoteca do Estado conforme mostra o seu último catálogo.

Vê-se uma herma sua na Praça do Lido, em Copacabana, obra do escultor Leão Veloso.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dicionário de Curiosidades do Rio de Janeiro, A. Campos - Da Costa e Silva, São Paulo, S/d.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Henrique Bernardelli
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.