Henriqueta Catarina de Orange-Nassau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Henriqueta Catarina
Princesa de Anhat-Dessau
Princesa de Orange
Cônjuge João Jorge II de Anhalt-Dessau
Descendência
Amália
Henriqueta
Frederico
Isabel
Henriqueta Amália
Luísa
Maria Leonor
Henriqueta Inês
Leopoldo I
Joana
Casa Orange-Nassau
Pai Frederico Henrique de Orange
Mãe Amália de Solms-Braunfels
Nascimento 10 de Fevereiro de 1637
Haia, Países Baixos
Morte 3 de Novembro de 1708 (71 anos)

Henriqueta Catarina de Orange-Nassau (10 de Fevereiro de 1637 - 3 de Novembro de 1708) foi uma filha do stadholder Frederico Henrique de Orange e da sua esposa, a condessa Amália de Solms-Braunfels. Através do seu casamento com o príncipe João Jorge II de Anhalt-Dessau, tornou-se membro da casa de Ascania.

Família[editar | editar código-fonte]

Henriqueta Catarina com as suas irmãs.

Albertina Inês nasceu em Haia e era a sétima criança dos nove filhos do príncipe Frederico Henrique de Orange e da princesa Amália de Solms-Braunfels. Alguns dos seus irmãos acabariam por morrer antes de chegar à idade adulta, deixando-a apenas com quatro sobreviventes: o príncipe Guilherme II de Orange, a princesa Luísa Henriqueta de Orange-Nassau, a princesa Albertina Inês de Orange-Nassau e a princesa Maria de Orange-Nassau.

Os seus avós paternos eram Guilherme, o taciturno e a sua quarta esposa, Luísa de Coligny. O seu avô foi assassinado por ordem do rei Filipe II de Espanha que acreditava que Guilherme o tinha traído a ele e à religião católica. Os seus avós maternos eram João Alberto I de Solms-Braunfels e a sua esposa, Inês de Sayn-Wittgenstein.[1]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

A Guerra dos Trinta Anos tinha deixado a Alemanha na miséria, mas o reinado do pai de Henriqueta, Frederico Henrique, tinha visto grandes avanços nos Países Baixos desde o assassinato de Guilherme, o taciturno. O seu pai queria paz com a Alemanha e por isso decidiu casar algumas das suas filhas com nobres alemães. O escolhido para Henriqueta foi o príncipe João Jorge II de Anhalt-Dessau, com quem se casou em Groningen no dia 9 de Setembro de 1669. O casal esteve casado por trinta e quatro anos e teve dez filhos:

  1. Amália Ludovica de Anhalt-Dessau (7 de Setembro de 1660 - 12 de Novembro de 1660).
  2. Henriqueta Amália de Anhalt-Dessau (4 de Janeiro de 1662 - 28 de Janeiro de 1662).
  3. Frederico Casimiro, príncipe-herdeiro de Anhalt-Dessau (8 de Novembro de 1663 - 27 de Maio de 1665).
  4. Isabel Albertina de Anhalt-Dessau (1 de Maio de 1665 - 5 de Outubro de 1706), Abadessa de Herford (1680-1686); casada com Henrique de Saxe-Weissenfels, conde de Barby; com descendência.
  5. Henriqueta Amália de Anhalt-Dessau (26 de Agosto de 1666 - 18 de Abril de 1726), casada com Henrique Casimiro II de Nassau-Dietz; com descendência.
  6. Luísa Sofia de Anhalt-Dessau (15 de Setembro de 1667 - 18 de Abril de 1678); morreu aos dez anos de idade.
  7. Maria Leonor de Anhalt-Dessau (14 de Março de 1671 - 18 de Maio de 1756), casada com o príncipe Jerzy Radziwiłł, duque de Olyka; sem descendência.
  8. Henriqueta Inês de Anhalt-Dessau (9 de Setembro de 1674 - 18 de Janeiro de 1729); morreu aos cinquenta e quatro anos de idade; sem descendência.
  9. Leopoldo I de Anhalt-Dessau (3 de Julho de 1676 - 9 de Abril de 1747), casado com Anna Louise Föse; com descendência.
  10. Joana Carlota de Anhalt-Dessau (6 de Abril de 1682 - 31 de Março de 1750), Abadessa de Herford (1729-1750); casada com o marquês Filipe Guilherme de Brandemburgo-Schwedt.

Reinado do marido[editar | editar código-fonte]

Henriqueta e João Jorge tiveram uma grande influencia na corte alemã em áreas como a agricultura, a construção de portos e diques, a arquitectura e a pintura. Em 1660, João ofereceu a cidade de Nischwitz à esposa que lá construiu casas, um cemitério, produziu vidro e fê-la prosperar.

João Jorge morreu em Berlim em 1693. O filho de ambos, Leopoldo, ainda era menor, por isso Henriqueta tornou-se sua regente.

Henriqueta morreu em 1708.

Pensasse que a princesa Catarina Amália dos Países Baixos, neta da actual rainha Beatriz, recebeu o seu nome em honra de Henriqueta Catarina.

Referências

  1. Jirí Louda and Michael MacLagan, Lines of Succession: Heraldry of the Royal Families of Europe, 2nd edition (London, U.K.: Little, Brown and Company, 1999), table 34.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Henriqueta Catarina de Orange-Nassau