Henry (banda desenhada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Henry (banda desenhada)
Comic image missing-pt.png
País de origem  Estados Unidos
Língua de origem Inglês
Primeira edição 1932
Género(s) humor
Autor Carl Anderson
Título em português Pinduca (Brasil)
Carequinha (Brasil)
Editor nacional King Features

Henry, conhecido no Brasil por Pinduca ou Carequinha, é uma tira de quadrinhos criada em 1932 por Carl Anderson. A tira é sobre um menino de calças curtas, que, além de não ter cabelos, possui pernas tortas e quase nunca fala. Na maioria das vezes ele se comunica por mímica. Ele passou a ser distribuido pela King Features Syndicate, depois que o afamado editor estadunidense William Randolph Hearst viajou para a Alemanha e assinou um acordo com Anderson. A distribuição nos EUA começou em 1934 e as tiras se iniciaram em 1935.

Com a morte de Anderson em 1948, os quadrinhos continuaram com o desenho de John Liney até a aposentadoria deste em 1979. Don Trachte o sucederia até 2005, quando também veio a falecer. Neste último período, também houve a colaboração de Jack Tippit e Dick Hodgins, Jr.

Henry apereceu em desenho animado dos Estúdios Fleischer, como um coadjuvante de Betty Boop no desenho Betty Boop with Henry, the Funniest Living American (1935).

A Dell Comics publicou uma revista colorida sob o título de Carl Anderson's Henry, com 61 exemplares, no período de 1946 a 1961. Aqui, Pinduca fala normalmente.

No Brasil, a Ebal publicou uma revista em quadrinhos do personagem durante os anos de 1953-1961, chamada de Pinduca. Recentemente a editora Pixel Media voltou a publicar as historias do persoangem nos HQS Popeye e seus Amigos [1]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre editoras ou revistas de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.