Henry M. Sheffer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Henry Maurice Sheffer (18821964) foi um lógico estado-unidense.

Henry M. Sheffer nasceu na Ucrânia em 1882 e imigrou em 1892 para os Estados Unidos da América com seus pais. Ele estudou na Universidade de Harvard, onde posteriormente se tornou professor do Departamento de Filosofia. Michael Scanlan publicou em 2000 um ensaio biográfico sobre a vida e o trabalho de Sheffer.[1]

Sheffer provou em 1913 que usando a Álgebra booleana podia definir expressões apenas com uma operação binária primitiva, onde todas as outras seriam derivadas dela. A NAND, chamado de Sheffer Stroke (Conectivo de Sheffer),  A \mid B = \lnot (A \land B), e a NOR, representado por uma seta vertical (Flecha de Peirce),  A \downarrow B = \lnot (A \lor B), seriam as operações primitivas. Charles Sanders Peirce conhecia esses fatos em 1880, mas foram publicados apenas em 1933.

Essas descobertas foram bastante elogiadas por Bertrand Russell, que as usou para simplificar sua própria lógica, na segunda edição de Principia Mathematica.

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Sheffer, H. M. 1913. "A set of Five Independent Postulates for Boolean Algebra, with application to logical constants.", em: Transactions, American Mathematical Society 14: pág. 481-88

Referências

  1. Scanlan, Michael, 2000, "The Known and Unknown H. M. Sheffer", em: The Transactions of the C.S. Peirce Society 36: pág. 193-224.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.