Heraclonas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Heraclonas
Imperador bizantino
Solidus-Heraclius-sb0764.jpg
Soldo mostrando Heráclio e seus filhos Constantino III e Heraclonas
Governo
Reinado abril ou maio de 641setembro de 641
Antecessor Heráclio
Sucessor Constante II
Dinastia Heracliana
Vida
Nascimento 626
Constantinopla
Morte 641
 ?
Pai Heráclio
Mãe Martina

Heraclonas ou Heráclio II (em grego: Ηρακλωνάς, Hēraklōnas; Constantinopla, 626 - prov. Rodes, ?) filho de Heráclio e da sua sobrinha Martina, foi um imperador bizantino que governou o Império entre abril/maio e setembro de 641, em conjunto com o seu meio-irmão Constantino III.[1]

Tendo ascendido ao trono após a morte do pai foi, no entanto, a sua mãe que governou de facto o império. Com o apoio do exército de Trácia, Martina deu início a uma campanha para afastar os apoiantes de Constantino III, e em particular o seu tesoureiro Philagrios. A instabilidade política interna coincidiu com as invasões árabes do Egito e com a deserção de um número significativo de generais. Com a oposição do senado e das tropas na Ásia Menor, Heraclonas viu-se obrigado a abdicar de parte do poder. É neste contexto que Constante II, filho do seu meio-irmão Constantino III, é proclamado co-imperador.[1]

No entanto, Pouco tempo depois, a revolta levada a cabo por Valentino expulsa a família de Heraclonas, o qual se exila com a mãe e os irmãos em Rodes, onde provavelmente terá morrido.[1]

Referências

  1. a b c Kazhdan 1991, p. 918

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Kazhdan, Alexander Petrovich. The Oxford Dictionary of Byzantium. Oxford: Oxford University Press, 1991. ISBN 0-19-504652-8
Precedido por
Heráclio
Imperador bizantino
em conjunto com Constantino III

641
Sucedido por
Constante II