Hiato (linguística)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hiato é o nome que se dá quando dois sons vocálicos estão em sílabas vizinhas.[1] O hiato diferencia-se de um ditongo e de um tritongo pelo fato de ser constituído por duas vogais e, consequentemente, ser pronunciado em dois esforços de voz. Ou seja, as palavras têm a maior inflexão de voz na antepenúltima sílaba.

Hiatos na Língua Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Nota: a descrição abaixo dá-se ao português brasileiro (PotBr) e/ou ao português europeu (PotEu).

Na língua portuguesa encontramos hiatos nas seguintes sílabas, por exemplo:

  • reo /a.ˈɛ.ɾe.u/ (PB) /ɐ.ˈɛ.ɾi.u/ (PE)
  • leal /le.ˈaw/ (PB) /lɨ.ˈal/ (PA)
  • pior /pi.ˈɔʀ/ (PB) /pi.ˈɔɾ/ (PE)
  • raiz /ʀɐ.ˈiz/ (PB) /ʀɐ.ˈiʒ/ (PE)
  • rdo /ʀu.ˈi.du/

No entanto, no discurso rápido, na linguagem informal ou em certos dialectos alguns hiatos são transformados em ditongos. Ex.:

  • árdua /ˈaʀ.du.a/ >> /ˈaʀ.dwa/ (PB) /ˈaɾ.du.ɐ/ >> /ˈaɾ.d/ (PE)
  • diabo /di.ˈa.bu/ >> /ˈdja.bu/
  • espécie /is.ˈpɛ.si.i/ >> /is.ˈpɛ.sji/ (PB) /ɨʃ.ˈpɛ.si.ɨ/ >> /ɨʃ.ˈpɛ.s/ (PE)
  • leal /lɨ.ˈal/ >> /ˈljal/ (PE)
  • pátio /ˈpa.ti.u/ >> /ˈpa.tju/
  • pátria /ˈpa.tɾi.a/ >> /ˈpa.tɾja/ (PB) /ˈpa.tɾi.ɐ/ >> /ˈpa.tɾ/ (PE)
  • rio /ˈʀi.u/ >> /ˈʀiw/
  • sno /su.ˈi.nu/ >> /ˈswi.nu/
  • tênue /ˈte.nu.i/ >> /ˈte.nwi/ (PB) ténue /ˈtɛ.nu.ɨ/ >> /ˈtɛ.n/
  • vácuo /ˈva.ku.u/ >> /ˈva.kwu/

A passagem de um hiato para ditongo chama-se sinérese. O processo inverso chama-se diérese. Quando a passagem de um hiato para ditongo é feita entre duas palavras diferentes, chama-se sinalefa, recurso frequentemente usado na poesia.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.