Hidrometeoro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Os hidrometeoros são todos os meteoros aquosos, formados pela água tanto na forma gasosa (nuvem e nevoeiro) como na forma líquida e sólida. Apresentam-se sob a forma de depósito ou de precipitação (o excesso de gotículas d'água cai por efeito da gravidade).

Depositados:

  • Orvalho - gotas d'água depositadas por condensação direta do vapor d'água, principalmente nas superfícies horizontais resfriadas pela radiação noturna.
  • Geada - cristais de gelo fino, que se depositam nas condições semelhantes das que formam o orvalho, somente que a temperatura à superfície deve ser igual ou inferior a 0°C.
  • Escarcha - quando existe nevoeiro superesfriado camadas brancas de cristais de gelo depositam-se do lado do vento formando camadas ou pontas cônicas, em superfícies verticais, nas pontas e arestas de objetos sólidos.
  • Sincelos - pequenas colunas de gelo pendentes formadas pela congelação da água do orvalho ou da neve derretida que escorre da beira dos telhados, quando a temperatura está abaixo de 0°C.

Precipitados:

  • Chuva - gotas d'água com diâmetro mínimo de 0,5mm.
  • Chuvisco - gotas d'água com diâmetro menor que 0,5mm.
  • Neve - precipitação sólida (flocos de neve).
  • Granizo - grãos de água congelada, diâmetro entre 2 e 5mm.