Hilary Mantel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hilary Mary Mantel CBE (n. Glossop, Derbyshire, 1952) é uma escritora e crítica literária britânica. O seu trabalho versa desde a memória pessoal à ficção histórica, tendo várias obras finalistas em prémios literários.[1] Em 2009 foi premiada com o Prémio Man Booker pela sua novela Wolf Hall.[2]

Obra publicada[editar | editar código-fonte]

  • Every Day is Mother's Day: Chatto & Windus, 1985
  • Vacant Possession: Chatto & Windus, 1986
  • Eight Months on Ghazzah Street: Viking, 1988
  • Fludd: Viking, 1989
  • A Place of Greater Safety: Viking, 1992
  • A Change of Climate: Viking, 1994
  • An Experiment in Love: Viking, 1995
  • The Giant, O'Brien: Fourth Estate, 1998
  • Giving Up the Ghost (A Memoir): Fourth Estate, 2003
  • Learning to Talk (contos): Fourth Estate, 2003
  • Beyond Black: Fourth Estate, 2005
  • Wolf Hall: Fourth Estate, 2009 (Prémio Man Booker)

Prémios e condecorações[editar | editar código-fonte]

Referências