Hipanto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um hipanto é uma estrutura floral que é o resultado da fusão das bases das sépalas, pétalas e estames. A sua presença serve de diagnóstico de muitas famílias, incluindo Rosaceae, Grossulariaceae e Fabaceae. Em alguns casos, pode ser tão profundo, e com um topo tão estreito, que a flor parece ter um ovário inferior.

Geometria[editar | editar código-fonte]

As várias formas da estrutura do hipanto são úteis na identificação de espécies. Existe uma diversidade de formas geométricas associadas com o hipanto incluindo formas obcónica como as encontradas em Heteromeles[1] ou em forma de pires como em algumas espécies do género Mitellastra.[2]

Referências

  1. C. Michael Hogan, PhD (September 18, 2008). Toyon Heteromeles arbutifolia GlobalTwitcher (Nicklas Stromberg, ed.).. Visitado em April 15, 2009.
  2. LeRoy Abrams. Illustrated Flora of the Pacific States. [S.l.]: Stanford University Press, 1951. ISBN 0804700044

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • imagens de hipanto no MorphBank, um banco de imagens biológicas.


Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.