Hipofisação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Com Hipofisação é denominada uma técnica usada na reprodução artificial de peixes que visa a otimização da produção de peixes em escala comercial. Além disso, a técnica garante uma maior taxa de sobrevivência, quando comparadas com as condições naturais na qual os peixes se reproduzem. A técnica é baseada na desova por indução em peixes migradores, a partir da aplicação de hormônios naturais presentes na hipófise de peixes maduros.

O método foi inventado pelo zoólogo e biólogo brasileiro Rodolpho von Ihering, considerado o pai da piscicultura no Brasil[1] , que publicou em 1936 os primeiros resultados aprimorados dos seus estudos iniciados nos anos 20. Paralelamente, o fisiologista argentino Bernardo Houssay (Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1947) publicou a obra Actión sexual de la hipófisis en los peces y reptiles (1930).[2]

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Von Ihering R, Azevedo P: A desova e a hipofisação dos peixes. Evolução de dois Nematognathas. Arch Inst. Biol, v.7, p.107-18, 1936
  • Houssay BA. Actión sexual de la hipófisis en los peces y reptiles. Rev Soc Arg Biol, v.6, p.686-688, 1930

Referências

  1. Rodolpho Theodor Wilhelm Gaspar von Ihering (biografia) dichistoriasaude.coc.fiocruz.br. Visitado em 27 de setembro de 2010.
  2. Técnicas de indução da reprodução de peixes migradores Evoy Zaniboni Filho, Marcos Weingartner, Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.31, n.3, p.367-373, jul./set. 2007. Visitado em 27 de setembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]