Hipolipemiantes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os agentes hipolipidémicos ou hipolipemiantes são os fármacos usados no tratamento das dislipidemias, e principalmente no controlo dos níveis colesterol. Os altos níveis de colesterol (hipercolesterolemia) aceleram a aterosclerose, que leva no limite ao infarto do miocárdio e aos acidentes vasculares cerebrais (AVCs).

Classes mais utilizadas
  1. Estatinas: inibem a formação de colesterol de novo no fígado mas não afectam o colesterol ingerido.
  2. Resinas sequestradoras de ácidos biliares: resinas que impedem a reabsorção dos ácidos biliares, os quais são formados no fígado a partir de colesterol. Não podendo reabsorvê-los, mais colesterol é gasto a formá-los a cada refeição. Além disso, essas resinas são importantes na absorção dos lípidos.
  3. Fibratos: fármacos que diminuem modestamente o chamado mau colesterol (LDL).