His Girl Friday

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
His Girl Friday
Jejum de Amor (BR)
 Estados Unidos
1940 • pb • 92 min 
Direção Howard Hawks
Roteiro Charles Lederer
Ben Hecht
Elenco Cary Grant
Rosalind Russell
Ralph Bellamy
Género comédia romântica
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

His Girl Friday (br: Jejum de Amor) é um filme estadunidense de 1940, do gênero comédia romântica dirigido por Howard Hawks. Considerada uma das melhores comédias de todos os tempos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cary Grant,Rosalind Russell e Ralph Bellamy

Walter e Hildy são dois jornalistas que trabalham no mesmo jornal e acabam de se divorciar. Hildy vai até o jornal pedir demissão e avisar que está noiva e vai se casar no dia seguinte. Mas Walter não aceita e pede a ela que escreva uma última grande história sobre o assassino Earl Williams, enquanto ele ganha tempo para usar todos os seus truques para separar o casal.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Russel ficou irritada com o diretor Howard Hawks por não ter sido a primeira escolha para o papel. Recusaram o papel de Hildy, as atrizes Jean Arthur, Irene Dunne, Katharine Hepburn, Carole Lombard, Margaret Sullavan, Joan Crawford, Claudette Colbert e Ginger Rogers.
  • Rosalind Russell achou que sua personagem não tinha falas tão boas quanto as de Cary grant e por isso contratou um escritor por conta própria para escrever suas falas.
  • Baseado em uma peça de teatro. No roteiro original a personagem "Hildy", é um homem (Hildebrand Johnston), que cansado do trabalho estressante resolve abandonar o jornal por um grande amor.
  • Os dialógos do filme são muito acelerados, há uma sobreposição de falas (onde uma personagem começa a falar antes do outro terminar), o que dá um tom mais realistas para o filme. Dá a impressão que não há um minuto de silêncio durante o filme.
  • Filmado anteriormente em 1931 como The Front Page (1931), e refilmado em 1974 como The Front Page e em 1988 Switching Channels. Sendo que essa versão de 1940 e a de 1988 mudam o roteiro original, transformando Hildy em uma mulher.
  • Eleita pelo American Film Institute como uma das 100 melhores comédias de todos os tempos (19ª posição).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]