História da Copa do Mundo FIFA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A história da Copa do Mundo de Futebol da FIFA se iniciou em 1928, durante um congresso da entidade, quando Jules Rimet conseguiu a aprovação para criar um torneio internacional. A primeira competição ocorreu em 1930, tendo a participação de 13 equipes convidadas, tendo o Uruguai como país-sede e como campeão. Com o crescimento da competição, hoje é necessário passar por uma etapa classificatória de dois anos de duração, que conta com a participação de aproximadamente duzentas seleções de países, para participar do campeonato.

Competições internacionais anteriores[editar | editar código-fonte]

A primeira partida internacional de futebol ocorreu em 1872 entre Inglaterra e Escócia. Nessa época, o futebol raramente era praticado fora do Reino Unido. O início da expansão do futebol internacional se deu com a criação da FIFA, em Maio de 1904, então formada por sete países do continente europeu. Com a crescente popularidade, o futebol participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 1900, 1904 e 1906 como um esporte de demonstração, sem direito à medalhas, sendo oficialmente introduzido nos Jogos Olímpicos de Verão de 1908.

A seleção amadora da Inglaterra foi campeã em 1908 e 1912.

A FIFA tentou organizar um torneio entre seleções fora do contexto olímpico em 1906, na Suíça, mas a tentativa fracassou. Como os Jogos Olímpicos eram disputados somente por equipes amadoras, as competições envolvendo equipes profissionais começaram a aparecer. Em 1908, foi realizado em Turim, Itália, o Torneo Internazionale Stampa Sportiva e, no ano seguinte, Sir Thomas Lipton organizou o Troféu Sir Thomas Lipton, também realizado em Turim. Ambos os torneios foram disputados apenas por clubes, cada qual de um país diferente. Por não terem sido disputados por seleções, não são considerados antecessores diretos da Copa do Mundo, apesar do Troféu Sir Thomas Lipton ser citado algumas vezes como a primeira Copa do Mundo de Futebol,[1] sendo que o seu predecessor é quase sempre ignorado por ser menos conhecido.

Em 1914, a FIFA reconheceu as competições de futebol dos jogos olímpicos como campeonatos mundiais de futebol amador,[2] e passou a ficar responsável pela organização do evento. Isso possibilitou a oficialização do futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1920, onde o torneio foi vencido pela Bélgica.[3] O Uruguai foi campeão em 1924 e 1928, ano em que a FIFA decidiu organizar seu próprio campeonato. Devido aos dois títulos olímpicos e à comemoração do centenário da independência, o Uruguai foi eleito sede da primeira Copa do Mundo.

A primeira Copa do Mundo[editar | editar código-fonte]

Países participantes da primeira Copa do Mundo FIFA

O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Verão de 1932 não queria incluir o futebol na competição, devido à sua baixa popularidade nos Estados Unidos. A FIFA e o Comitê Olímpico Internacional também divergiam a respeito da definição de "atleta amador" e, então, o futebol ficou fora dos jogos.

Então, o francês Jules Rimet criou a primeira Copa do Mundo, em 1928, após ter assumido o comando da instituição mais importante do futebol mundial: a FIFA (abreviação de Federation International Football Association).

A competição foi realizada em 1930, no Uruguai, convidando um grupo de visionários administradores futebolísticos franceses, liderado na década de 1920, pelo inovador Jules Rimet, que teve a ideia original de juntar as melhores seleções de futebol do mundo para lutar pelo título de campeões mundiais. A taça de ouro original levou o nome de Jules Rimet e foi disputada três vezes na década de 1930, antes da Segunda Guerra Mundial interromper o campeonato por doze anos. Foram escolhidas treze seleções previamente selecionadas pela FIFA para participar do evento sem disputa de eliminatórias.

Das treze equipes, sete foram da América do Sul (Uruguai, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Peru), quatro da Europa (Bélgica, França, Iugoslávia e Romênia) e duas da América do Norte (México e Estados Unidos).

A escolha do Uruguai como sede constituía um obstáculo à participação de equipes europeias, devido a longa jornada através do Oceano Atlântico, à época realizada em navios. A Seleção Uruguaia sagrou-se campeã e pode ficar, por quatro anos, com a taça Jules Rimet.

Formato de cada campeonato[editar | editar código-fonte]

O número de equipes, bem como o formato final de cada torneio têm variado consideravelmente ao longo dos anos. Na maioria dos torneios, é composto por um round-robin seguido de uma fase única de eliminação (mata-mata).[4]

  • 1930: Uma fase de grupo, seguida por uma fase de eliminação com um jogo contando com 4 equipes (os vencedores do grupo; note que não houve decisão de 3º lugar).
  • 1934-1938: Eliminação do torneio em um jogo; estes foram os únicos torneios sem uma fase de grupos.
  • 1950: Um grupo-fase de início, seguido por outra fase de grupos com quatro times (os vencedores de cada fase); este é o único torneio sem um jogo oficial final.
  • 1954-1970: Uma fase de grupos, seguida de uma fase de eliminação com oito times (os dois primeiros de cada chave).
  • 1974-1978: Uma fase de grupos, seguida por uma fase de grupos com 8 equipes (os vencedores e vice-colocados de cada chave), seguida pela final.
  • 1982: Uma fase de grupos inicial, seguida por outra fase de grupos com doze times (vencedores e segundos colocados de cada chave), seguida por semifinais e final.
  • 1986-1994: Uma fase de grupos, seguida por uma fase de eliminação com 16 equipes (os vencedores, segundo colocados e melhores terceiros colocados de cada chave).
  • 1998-presente: Uma fase de grupos, seguida por uma fase direta de eliminação com 16 equipes (os vencedores e segundo-colocados).
Ano Anfitrião Seleções Round 1 Round 2 Fases finais
1930 Uruguai 13 4 grupos de 3 ou 4 times Eliminação de 5 times
(vencedores do grupo no round 1)
1934 Itália 16 Eliminação
1938 França 16 Eliminação
1950 Brasil 16 4 grupos de 4 times Grupos de 4 times
(vencedores do grupo no round 1)
1954 Suíça 16 4 grupos de 4 times Eliminação de 8 times
(vencedores e vice-colocados no round 1)
1958 Suécia 16 4 grupos de 4 times Eliminação de 8 times
(vencedores e vice-colocados no round 1)
1962 Chile 16 4 grupos de 4 times Eliminação de 8 times
(vencedores e vice-colocados no round 1)
1966 Inglaterra 16 4 grupos de 4 times Eliminação de 8 times
(vencedores e vice-colocados no round 1)
1970 México 16 4 grupos de 4 times Eliminação de 8 times
(round 1 - grupo vencedores e vice-colocados)
1974 Alemanha Ocidental 16 4 grupos de 4 times 2 grupos de 4 times
(round 1 - grupo vencedores e vice-colocados)
final
(round 2 grupo vencedores)
1978 Argentina 16 4 grupos de 4 times 2 grupos de 4 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados)
final
(round 2 grupo vencedores)5
1982 Espanha 24 6 grupos de 4 times 4 grupos de 3 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados)
Eliminação de 4 times
(round 2 grupo vencedores)
1986 México 24 6 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados, além dos 4 melhores 3º colocados)
1990 Itália 24 6 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados, além dos 4 melhores 3º colocados)
1994 Estados Unidos 24 6 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados, além dos 4 melhores 3º colocados)
1998 França 32 8 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados)
2002 Coreia do Sul
Japão
32 8 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados)
2006 Alemanha 32 8 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados)
2010 África do Sul 32 8 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados)
2014 Brasil 32 8 grupos de 4 times Eliminação de 16 times
(round 1 grupo vencedores e vice-colocados)

Times vencedores, capitães e treinadores[editar | editar código-fonte]

Ano Seleção Capitão Capitão Treinador
1930

Uruguai

José Nasazzi Alberto Suppici
1934

 Itália

Giampiero Combi Vittorio Pozzo
1938

 Itália

Giuseppe Meazza Vittorio Pozzo
1950

Uruguai

Obdulio Varela Juan López
1954

 Alemanha Ocidental

Fritz Walter Sepp Herberger
1958

 Brasil

Hilderaldo Bellini Vicente Feola
1962

 Brasil

Mauro Ramos Aymoré Moreira
1966

 Inglaterra

Bobby Moore Alf Ramsey
1970

 Brasil

Carlos Alberto Torres Mário Zagallo
1974

 Alemanha Ocidental

Franz Beckenbauer Helmut Schön
1978

 Argentina

Daniel Passarella César Luis Menotti
1982

 Itália

Dino Zoff Enzo Bearzot
1986

 Argentina

Diego Maradona Carlos Bilardo
1990

 Alemanha Ocidental

Lothar Matthäus Franz Beckenbauer
1994

 Brasil

Dunga Carlos Alberto Parreira
1998

 França

Didier Deschamps Aimé Jacquet
2002

 Brasil

Cafu Luiz Felipe Scolari
2006

 Itália

Fabio Cannavaro Marcello Lippi
2010

Flag of Spain.svg Espanha

Iker Casillas Vicente Del Bosque
2014

 Alemanha

Philipp Lahm Joachim Löw

Gols[editar | editar código-fonte]

Total de Gols e Média (Por Edição)[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]