História da tuberculose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Cristobal Rojas 37a.JPG

A história da tuberculose, uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, remonta mais de 20.000 anos atrás. Embora seja aceito que o microrganismo causador da enfermidade tenha se originado de outros organismos mais primitivos do mesmo gênero Mycobacterium. Acredita-se que em algum momento de sua evolução, algumas espécies de bactérias se tornaram capazes de invadir hospedeiros animais. Isso possivelmente ocorreu com a primeira espécie Mycobacterium bovis, que é considerado pela maioria dos especialistas como a mais antiga das espécies que compõem o complexo Mycobacterium tuberculosis. O M. bovis finalmente passou para o ser humano em um momento que coincidiu com a domesticação de animais.

Ossos humanos do período Neolítico mostraram a presença da bactéria, embora a magnitude exata (incidência e prevalência) não seja conhecida antes do século XIX. Ainda assim, estima-se que ela atingiu o seu auge (no que diz respeito à percentagem da população afetada) entre o final do século XVIII e o final do século XIX. Com o tempo, as várias culturas do mundo deram diferentes nomes doença: yaksma (Índia), phthisis (grego), consumptione (latim) e chaky oncay (inca), cada uma das quais fazem referência ao efeito de "secagem", "consumo", caquexia, que a doença provoca. A sua elevada taxa de mortalidade entre adultos de meia-idade e o surto de romantismo, que salientou o sentimento sobre a razão, fez com que muitos se referissem à doença como a "doença romântica".

Pessoas que morreram de tuberculose[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.