História das Seychelles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O arquipélago das Seychelles foi avistado por D. Vasco da Gama em 1502, e a França reivindicou o território em 1756. Os franceses das ilhas Maurício foram os primeiros colonizadores das Seychelles. Em 1814, o tratado de Paris deu ao Reino Unido o direito de administrar as ilhas Seychelles e Maurício.

Durante o século XIX comerciantes chineses e indianos, junto com os ex-escravos africanos estabelecidos no arquipélago, fundaram sua própria colônia separada da Coroa Britânica em 1903. Seychelles tornou-se independente em 1976, com James Mancham (Partido Democrático) como Primeiro-Ministro. Em 1977, France Albert René organizou um golpe de Estado e se proclamou presidente da república, com um único partido: o Partido Socialista.

Em 1991 Seychelles voltou à democracia com o multipartidarismo. Nas eleições presidenciais de julho de 1993, Albert René foi eleito com 59% dos votos totais.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Bandeira das Seychelles Seychelles
Bandeira • Brasão • Hino • Demografia • Economia • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens