História de São Vicente e Granadinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Kingstown, São Vicente, anos 1890

As ilhas de São Vicente e Granadinas já são habitadas há mais de 4000 anos.

Em torno de 4.300 anos habitavam esta ilhas os Ciboney. Acredita-se que foram os primeiros moradores das ilhas.

Posteriormente, apoderaram destas terras os índios Arawak, uma vez expulsos os anteriores.

Finalmente, chegaram os Caribes e, assentaram-se despedindo os Arawak.

No ano de 1719 chegaram às ilhas barcos franceses e ingleses que disputaram violentamente a posse do território. Por fim, as terras ficaram para a Coroa Britânica, depois do Tratado de Versalhes.

Já neste século, São Vicente e Las Granadinas tornam-se independentes da Grã-Bretanha e elegeram seu primeiro presidente James Mitchell.

Bandeira de São Vicente e Granadinas São Vicente e Granadinas
Bandeira • Brasão • Demografia • Economia • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens