História dos judeus na Bielorrússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os judeus na Bielorrússia formavam o terceiro maior grupo étnico do país na primeira metade do século XX. Antes da Segunda Guerra Mundial, os adeptos do judaísmo compreendiam mais de 40% da população urbana; cidades como Minsk, Pinsk, Mahiliou, Babrujsk, Viciebsk e Homiel tinham mais de 50% de sua população de origem judaica. Em 1897 existiam no total 724.548 judeus na Bielorrússia, isto é, cerca de 13% da população total do país. Cerca de 800.000 judeus - 90% da população de judeus do país à época - foram mortos durate o Holocausto.[1] Em 2005 existiam cerca de 55.000 fieis da religião no país.

Entre os judeus de renome nascidos na Bielorrússia estão Marc Chagall, Mendele Mocher Sforim, Chaim Weizmann e Menachem Begin.

Referências

  1. Associated Press, 21 de outubro de 2008, "Belarus marks ghetto's destruction 65 years on".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.