Hokora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Três hokora numa estrada secundária.

Um hokora ou hokura (祠 ou 神库?) é um santuário xintoísta em miniatura encontrado nas proximidades de um santuário de elevada proporção dedicado aos kami popular ou, no lado oposto da rua, a consagração dos kami sem a jurisdição de qualquer grande santuário.[1] Dōsojin, um kami menor que protege os viajantes dos espíritos malignos, que pode por exemplo, estar alojado numa hokora.[1] A palavra hokora, que se acredita ser uma das primeiras palavras em japonês para descrever o santuário do xintoísmo, vem de hokura (神库?), que literalmente significa "altar de kami", o que sugere que os primeiros templos eram cabanas destinadas a recolher alguns Yorishiro (依り代?).[nt 1] [2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. A palavra yorishiro (依り代?) significa literalmente "abordagem substituta". Yorishiro eram ferramentas concebidas para atrair os kami e dar-lhes um espaço físico para ocupar, tornando-os acessíveis aos seres humanos.

Referências

  1. a b Hokora Encyclopedia of Shinto. Página visitada em 24 de novembro de 2013.
  2. Tamura, Yoshiro. Japanese Buddhism - A Cultural History. First Edition ed. Tokyo: Kosei Publishing Company, 2000. p. 232. ISBN 4-333-01684-3
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hokora