Holly Short

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Holly Short é um personagem fictício da série de livros Artemis Fowl, escrita pelo irlandês Eoin Colfer.

Aparência[editar | editar código-fonte]

Holly Short é uma elfo.Como todos eles possui pele marrom e orelhas pontudas.Seus olhos são castanhos e seus cabelos também;tem por volta de um metro de altura e sempre veste o uniforme da LEP.

Caráter[editar | editar código-fonte]

Ela tem forte sentimento do que é certo e errado e é muito leal, além de ter um certo dom para o sarcasmo. Corajosa, não tem medo de entrar de cabeça na missão e às vezes acaba pagando caro por sua precipitação.

Hobbies[editar | editar código-fonte]

Ela tem como seu hobby preferido voar,seja num veículo ou com asas artificiais.Por isso ela é o piloto da LEP com mais pontos no simulador de voo. Além disso a LEP é um de seus hobbies, apesar de ser seu trabalho ela ama fazê-lo.

Vida (participação nos livros)[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Como uma das protagonistas a capitã da LEP, a elfo Holly Short tem participações em todos o livros da série,inclusive o livro Arquivo Artemis Fowl (que não faz parte da série, contém apenas pequenas histórias).Holly Short é muito amiga de Potrus, o Povo das Fadas#Centauros, do comandante Julius Raiz, de Artemis, Domovoi Butler e Palha Escavator

O Menino Prodígio do Crime[editar | editar código-fonte]

Nesse livro (intitulado "O ouro das fadas" em Portugal) a capitã é sequestrada por Artemis Fowl e o Povo é forçado a pagar resgate.Mas no final ela fica livre.

Uma Aventura no Ártico[editar | editar código-fonte]

Nesse segundo livro a elfo contem uma rebelião de goblins no ártico e ajuda Artemis a salvar seu pai.

O Código Eterno[editar | editar código-fonte]

Em "O Código Eterno" ela ajuda Artemis novamente, porém dessa vez a missão é outra.Nesse livro ela tem que ajudar o garoto a reaver um supercomputador 50 anos à frente da tecnologia mais avançada dos homens feito com tecnologia pirateada do Povo que foi roubado por um corrupto empresário americano.

A Vingança de Opala[editar | editar código-fonte]

Nessa trama a capitã é o Alvo da vingança de Opala Koboi, uma duende diabrete maligna e superinteligente que liderou a rebelião dos goblins no segundo livro. Ela tem que fugir para sobreviver, como se estivesse participando de um jogo por sua vida; e novamente conta com Artemis, seu guarda costas Domovoi Butler e o anão Palha Escavator.

A Colônia Perdida[editar | editar código-fonte]

Holly e Artemis viajam no tempo para salvar uma colônia de demônios que foram aprisionados no limbo, uma dimensão paralela à do espaço e tempo. Neste livro, Holly fica muito ligada a Artemis, tanto que, como uma interferência da viagem no tempo eles trocam um olho; Artemis fica com um olho castanho de Holly, e ela com um olho azul de Artemis.

O Paradoxo do Tempo[editar | editar código-fonte]

Neste volume, Artemis descobre que sua mãe está doente, e a unica cura é um liquido encontrado no encéfalo de um lêmure em extinção, cujo ultimo indivíduo, Artemis matou quando tinha dez anos. Então ele e Holly precisam voltar no tempo novamente e impedir que o Artemis de dez anos mate o ultimo lêmure vivo. Durante esta aventura no tempo, Holly se vê mais nova, em plena puberdade e acaba beijando Artemis.

Arquivo Artemis Fowl[editar | editar código-fonte]

Aqui Holly está em sua iniciação na LEP e precisa fazer um teste. Esse teste é atirar (com balas de tinta) em seu comandante chefe Julius Raiz, o melhor policial da LEP. Porém no meio do teste há uma interrupção por parte de um maligno elfo chamado Viravolta Raiz, irmão do comandante. Julius acaba preso por seu irmão e Holly tem que salvá-lo.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências

Livros da série Artemis Fowl