Holocausto (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Holocausto (banda)
Informação geral
Origem Belo Horizonte Minas Gerais
País  Brasil
Gênero(s) Thrash metal, Black metal
Período em atividade 1985-1994, 2004-hoje
Gravadora(s) Cogumelo Records
Integrantes
Valério Exterminator
Anderson Guerrilheiro

Holocausto é uma banda de black/thrash metal de Belo Horizonte, Brasil, formada em 1985.

História[editar | editar código-fonte]

Foi muitas vezes escalada como uma banda a favor do nazismo, mas isso não é verdade, pois suas músicas não relatam nenhum dos lados, e sim a história em si.[1]

Dentro da série Remasters foi relançado pela primeira vez em CD um dos trabalhos mais polêmicos da Gravadora Cogumelo Records. Trata-se de um álbum da banda Holocausto, originária de Belo Horizonte - MG. É o primeiro álbum de sua carreira após ter participado da coletânea Warfare Noise I juntamente com as bandas Sarcófago, Mutilator e Chakal. Todo o destaque se deve ao estilo de som da banda denominado War Metal, uma vertente dentro do Metal que aborda letras sobre guerras, desordem e abusos dos poderes militares, religiosos e políticos.

Em maio de 1987, quando o álbum foi lançado originalmente, muita gente não entendeu a mensagem da banda acreditando que ela fazia apologia a ideologia fascista. No entanto, a intenção era exatamente oposta, uma vez que a banda critica e explicita através das músicas e letras a brutalidade e abuso que ocorreram na história e que ainda continuam a se repetir da mesma forma. O álbum continua atual porque o mundo não mudou no que tange a violência comum a todas as guerras e a exploração do ser humano pelo outro.

O álbum vem com novo layout gráfico e com a faixa bônus "Massacre" do primeiro demotape da banda e que só foi lançada no LP "The Lost Tapes of Cogumelo". O novo design gráfico inclui fotos inéditas de apresentações ao vivo da banda em 1987 e 1988, além da tradução de todas as letras para inglês, pois o álbum é todo cantado em português, para que se faça justiça sobre as críticas contundentes que a banda recebeu na época.

Após o lançamento do álbum "Campo de Extermínio" em 1988 a banda grava "Blocked Minds" com letras em inglês e com uma sonoridade cross-over. Em 1991 lança seu terceiro trabalho "Negatives" com tendência thrash progressivo. Em 1993 lança seu último trabalho "Tozago as Deismno" que mescla metal, influências industriais e loucura pura.

Em 2006 a banda Holocausto voltou com a formação original do álbum "Campo de Extermínio" e gravou o álbum “De Volta ao Front”.[2]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação atual[editar | editar código-fonte]

  • Anderson Guerrilheiro - baixo e vocal (1988-1989, 2004-hoje), baixo (1986-1988)
  • Valério Exterminator - guitarra e vocal (2004-hoje) guitarra (1985-1987)

Antigos membros[editar | editar código-fonte]

  • Marco Antônio - baixo (1985-1986)
  • Nedson Warfare - bateria (1985-1987)
  • Rodrigo Führer - vocal (1985-1987), bateria (1988-1994), vocal, bateria (2004-2010)
  • Armando Nuclear Soldier - bateria (1987)
  • Renato da Costa - guitarra (1988-1992)
  • João Marcelo - baixo (1989-1994)
  • Rossano Polla - vocal (1989-1994)
  • Rodrigo dos Anjos - guitarra (1992-1994)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
  • Campo de extermínio (1987)
  • Blocked Minds (1988)
  • Negatives (1991)
  • Tozago as Deismno (1993)
  • De volta ao Front (2005)
Coletâneas

Referências

  1. Holocausto: "nem nazistas, nem cristãos, relatamos fatos!". whiplash.net. Página visitada em 25/1/2014.
  2. Entrevista com Holocausto: "No front do Metal de Guerra!". whiplash.net. Página visitada em 25/1/2014.
Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.