Holometabolismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Holometabolismo, também denominado metamorfose completa, é um termo aplicado para nomear o tipo específico de desenvolvimento observado em um grupo de insetos que inclui quatro estágios de vida – a fase de ovo ou embrionária, a fase larvar, a fase de pupa e a fase de imago ou adulta. O holometabolismo é sinapomorfia do clado Endopterygota. Este tipo de desenvolvimento dá à prole a vantagem de não competir com os adultos por recursos ecológicos já que seus nichos ecológicos não são os mesmos devido aos diferentes padrões de morfologia e também fisiologia em cada estágio do ciclo de vida.

Estágios[editar | editar código-fonte]

Embrião[editar | editar código-fonte]

O primeiro estágio vai da fertilização dos ovos até a eclosão dos ovos. O inseto inicia seu desenvolvimento como uma única célula até eclodir na forma de larva.

Larva[editar | editar código-fonte]

Vai da eclosão dos ovos até a formação da pupa larvar. Neste estágio o bicho geralmente se apresenta na forma de vermes embora haja uma grande diversidade de padrões: eruciforme (lagarta), escarabaeiforme (típica dos besouros), campodeiforme, elateriforme ou vermeforme. Este estágio é geralmente caracterizado por crescimento exponencial e grande acúmulo de energia para a metamorfose na fase pupar.

Pupa[editar | editar código-fonte]

Esta fase vai desde a formação do casulo até a eclosão do indivíduo adulto. Neste estágio o organismo do inseto se modifica drasticamente e o inseto depende apenas da energia acumulada na fase larvar.

Imago[editar | editar código-fonte]

O adulto hometábulo possui órgãos reprodutivos funcionais e, geralmente, asas: pode tanto ser uma fase efêmera apenas destinada à reprodução como o estágio mais longo da vida do inseto a depender do táxon.

Ordens[editar | editar código-fonte]

Uma joaninha que acabou de passar pelo último estágio de metamorfose fotografada ao lado de seu casulo.

As ordens que contém espécies holometábulas são: