Homo rhodesiensis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaHomo rhodesiensis
Ocorrência: Pleistoceno
Crânio encontrado em 1921.

Crânio encontrado em 1921.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Família: Hominidae
Tribo: Hominini
Género: Homo
Espécie: H. rhodesiensis
Nome binomial
Homo rhodesiensis
Woodward, 1921

Homo rhodesiensis, espécie extinta do gênero Homo, encontrado pela primeira vez em 1921 na localidade chamada pelos ingleses Broken Hill, atualmente Kabwe na Zâmbia, (antiga "Rodésia do Norte" pelo que se denominou Homem da Rodésia).[1] Se considera que viveu somente na África, desde 600 000 até 160 000 anos atrás, durante o médio Pleistoceno.

Crânios[editar | editar código-fonte]

A capacidade neurocraneal do Homo rhodesiensis era relativamente alta, entre 1280 e 1325 cm³. Um crânio que poderia ser o mais antigo desta espécie, encontrado em Bodo, Etiópia, datado em 630 mil anos atrás, tinha uma capacidade endocraniana de 1250 cm³. Outros fósseis com características morfologicamente similares têm sido encontrados na África do Sul ("Homem de Saldaña), Tanzânia, Marrocos e Argélia.

Imagens
Réplica do crânio.
Reconstituição.

Referências

  1. Joseph L. Shellshear; The Primitive Features of the Cerebrum, with Special Reference to the Brain of the Bushwoman Described by Marshall; Philosophical Transactions of the Royal Society of London. Series B, Containing Papers of a Biological Character, Vol. 223, (1934), pp. 1-26 - www.jstor.org (em inglês)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Homo rhodesiensis

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas pré-históricos, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.