Horatio Gates

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Horatio Gates
HoratioGatesByStuart crop.jpg
Retrato de Gates feito por Gilbert Stuart
Nascimento 26 de julho de 1727
Maldon, Essex, Inglaterra
Morte 10 de abril de 1806 (78 anos)
Nova Iorque, Estados Unidos
País  Estados Unidos
Força Exército Britânico (1745-1769)
Exército Continental (1775-1783)
Hierarquia Major-general
Comandos Exército Continental:
  • General ajudante de campo
  • Setor canadense
  • Setor do Norte
  • Setor do Leste
  • Setor do Sul
Batalhas/Guerras Guerra de Sucessão Austríaca
Guerra dos Sete Anos
Guerra da Independência dos Estados Unidos

Horatio Lloyd Gates (26 de julho de 172710 de abril de 1806) foi um ex-soldado britânico que serviu como general nos Estados Unidos durante a Guerra Revolucionária americana. Ele é considerado responsável pela vitória americana em SaratogaBenedict Arnold, que liderou o ataque, foi retirado da batalha quando levou um tiro na perna[1] – mas ele também foi culpado pela derrota na Batalha de Camden. O historiador George Bilias descreve Gates como um dos "comandantes militares mais controvérsos da Revolução Americana" devido ao seu papel no Conway Cabal, um complô que tentou desacreditar e remover o General George Washington do comando do Exército Continental Americano através de uma campanha de rumores e insinuações, e também há controvésias sobre se ele foi ou não responsável direto pela vitória em Saratoga e sobre as ações tomadas por Gates depois da desastrosa derrota em Camden.[2] [3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Washington's Generals, History Channel, 30 de dezembro 2006
  2. Bilias, p. 80
  3. Tuchman, Barbara W. The First Salute: A View of the American Revolution. New York: Ballantine Books, 1988. p.192
Bibliografia
  • Bilias, George (1964). George Washington's Generals. New York: William Morrow.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.