Horreum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Entrada do Horrea Epagathiana et Epaphroditiana, localizado em Ostia e datando de 145-150 dC.

Um Horreum (plural Horrea), na época da Antiga Roma, era um edifício público destinado ao armazenamento de bens, especialmente alimentos. Os horrea armazenavam especialmente cereais como o trigo, mas também podiam ser usados para guardar frutas, azeite de oliva, cera, papel, vinho e outros bens.

Roma teve vários horrea para armazenar todos os bens necessários à população, o primeiro conhecido datando da época do tribuno Caio Graco em 123 aC. Horrea preservados também existem no antigo porto de Roma, Ostia, assim como outras localidades do antigo Império Romano.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • O horreum de Ostia [1]