Hosana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Hosana é uma palavra litúrgica no Judaísmo e no Cristianismo. No Judaísmo, ela sempre é usada em sua forma hebraica original, Hoshana.

Uso litúrgico em culturas diferentes[editar | editar código-fonte]

Judaísmo[editar | editar código-fonte]

"Hoshana"(הושענא) é uma paravra hebraica que significa salve-nos, por favor ou salve-nos agora. Na liturgia judaica, a palavra é aplicada especificamente ao Serviço de Hoshana, um ciclo de orações das quais uma seleção é cantada cada manhã durante o Sucot, a Festa dos Tabernáculos. O ciclo completo é cantado no oitavo dia do festival, que é chamado de Hoshaná Rabá (רבא הושענא, "Grande Hoshaná").

Cristianismo[editar | editar código-fonte]

"Hosana" (da transcrição grega: ὡσαννά, hōsanna) é o grito de exaltação ou adoração entoado em reconhecimento ao messianismo de Jesus em sua entrada em Jerusalém, Hosana! Bendito é aquele que vem em nome do Senhor! (Mateus 21:9) É usado da mesma maneira na exaltação de Cristo, nas celebrações de algumas religiões cristãs, os devotos cantam "Hosana nas Alturas".