Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.

O IAMSPE (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual) é uma autarquia ligada à Secretaria Estadual de Gestão Pública estado de São Paulo cujo principal objetivo é prestar atendimento médico aos funcionários públicos estaduais, seus dependentes e agregados.

Com uma estrutura gigantesca, que compreende o Hospital do Servidor Público Estadual “Francisco Morato de Oliveira” (HSPE-FMO) na capital, inaugurado em 9 de julho de 1961, o Iamspe ainda possui 18 Centros de Assistência Médica Ambulatorial (Ceamas) espalhados pelas principais cidades do interior paulista, além de centenas de convênios com hospitais, clínicas e laboratórios, que atendem aos funcionários e seus dependentes dentro de suas próprias regiões.

Em fevereiro de 2011, o Iamspe oferecia atendimento médico local em 200 municípios do Estado de São Paulo oferecidos pela rede própria, hospitais credenciados e médicos credenciados que atendem em consultórios e clínicas particulares, resultado da adoção de um modelo inédito de assistência descentarlizada.

Em 2008, com a transferência do Iamspe para a Secretária de Gestão Pública, começou a ser implantado o Programa de Modernização do Iamspe (PMI) com o objetivo de expandir a rede de atendimento e melhorar as condições de atendimento, inclusive com reformas das instalações próprias e compras de mobiliário e equipamentos mais modernos para o Hospital do Servidor Público Estadual. A reforma no Serviço de Radiologia, acompanhada da chegada de novos equipamentos como tomógrafo multislice e ressonância magnética, permitiu ampliar de 23 mil para 30 mil o número de exames de imagem realizados por mês no hospital. Entretanto, como a maioria dos centros públicos de saúde no país, ainda apresenta graves problemas, como a demora de meses para o agendamento de uma consulta e a obsolescência de boa parte dos seus equipamentos.

Após ter passado por reformas, o pronto socorro do Hospital do Servidor Público Estadual agora conta com um Programa de Acolhimento com Avaliação e Classificação de Risco, que prioriza o atendimento de acordo com o estado de saúde do paciente.

O Iamspe também desenvolve vários programas de prevenção e promoção à saúde. Um deles é o Projeto Care, voltado para a saúde da mulher, e que prevê a realização de consultas e exames de rotina no mesmo dia, o que permite, entre outras coisas, detectar precocemente doenças como câncer. Outro programa é o Projeto Nascer Feliz, atendimento diferenciado para gestantes que garante consultas com o mesmo médico e agendamento prévio de exames.

Em setembro de 2010, o Iamspe começou a oferecer atendimento especial para diabéticos que fazem uso de insulina. O programa de monitoramento à distância do Serviço de Endocrinologia prevê acompanhamento médico personalizado e é inédito tanto na rede pública como particular. O paciente recebe, gratuitamente, além dos remédios, um aparelho que mede o nível da glicemia no sangue e envia os dados aos médicos semanalmente pela internet, facilitando o acompanhamento da doença e o controle do diabetes.

No Interior, o Iamspe desenvolve o Programa de Gerenciamento de Pacientes Crônicos que possui cadastrados mais de 9 mil pacientes portadores de doenças crônicas como diabetes e hipertensão.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Hospital do Servidor Público Estadual