Hot Rod Huckster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde maio de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Hot Rod Huckster (O Vendedor de Carrões no Brasil) é um curta-metragem da série Pica-Pau, produzido em 1954 pelo Walter Lantz Studio em Technicolor e distribuído pela Universal International.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O Pica-Pau transita pela rua em seu carro cantando, próximo a várias lojas de automóveis usados, pertencentes a um "honesto índio" (Zeca Urubu). A fim de atrair clientes, o vigarista faz o carro de Pica-Pau bater num falso poste acionado por baixo dum boeiro. O que faz o pássaro precisar de um carro "novo". Zeca mostra ao Pica-Pau vários modelos, mas a baixa qualidade e o estado de conservação dos carros faz o Pica-Pau ter um pressentimento de que algum golpe está acontecendo.

Num dos golpes, Zeca Urubu tenta enganar Pica-Pau, dizendo que o carro tem motor possante, e coloca numa vitrola instalada na frente um disco com efeitos sonoros de ronco de motor. Mas infelizmente para Zeca, o plano fracassa quando o lado do disco é trocado e que tém efeitos sonoros de animais, fazendo o carro ficar louco e fora-de-controle atropelando Zeca e destruir vários outros veículos. O vigarista vê o carro do Pica-Pau e acaba colocando numa máquina reformadora de carros, para vendê-lo de volta para ele. Pica-Pau percebe que é seu próprio carro e tenta conduzir-lo, mas, Zeca exige pagamento de uma taxa de $ 1000 para o pássaro sair. Indignado, Pica-Pau monta um carro usando a máquina reformadora e usa o Zeca Urubu como tração e sai rodando pela rua cantando.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

  • Direção: Don Patterson e Paul J. Smith
  • Produção: Walter Lantz
  • História: Homer Brightman
  • Vozes (EUA): Dal McKennon e Grace Stafford
  • Vozes (Brasil): Garcia Júnior e Borges de Barros
  • Estúdio: BKS
  • Musica: Clarence Wheeler
  • Animação: Ray Abrams, Herman Cohen e Ken Southworth
  • Cenários: Art Landy
  • Estreia nos Cinemas: 5 de Julho de 1954
  • Duração: 06 minutos e 06 segundos

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A música de abertura deste curta, é bastante conhecida pelos fãs. Foi interpretada em outros desenhos: "O Rachador", "Pica-Pau Biruta" e "A Loja do Prego", ambos produzidos nos anos 1940.
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.