Hotel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão. (desde março de 2010)
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}
Exemplo de instalações de um hotel de luxo, localizado em Natal, Brasil.

Hotel é um estabelecimento comercial especializado em proporcionar acomodações para viajantes: a hospedagem mas por outras palavras, alojamentos pagos a curto prazo.

Esse meio de hospedagem, geralmente, é classificado de uma a cinco estrelas, de acordo com o conforto, luxo e serviços oferecidos. A maioria dos hotéis também disponibiliza serviços de alimentação, eventos e outros para propiciar maior satisfação e permanência aos seus hóspedes.

A oferta de alojamento de base, em tempos passados, consistia apenas em um quarto com uma cama, um armário, uma mesinha e um lavatório. Atualmente tem sido amplamente substituído por quartos com instalações modernas, incluindo casa de banho privada e ar condicionado ou climatizador. Recursos adicionais comuns encontrados em quartos de hotel são um telefone, um despertador, televisão, Internet e conectividade, salgadinhos e bebidas podem ser fornecidos em um minibar e instalações para fazer bebidas quentes.

Hotéis maiores podem fornecer um número de instalações de hóspedes adicionais, tais como um restaurante, uma piscina ou de puericultura, e serviços de conferência e função social. Os quartos do hotel são normalmente numerados (ou chamado em alguns hotéis pequenos e B&Bs) para permitir que o cliente identifique seu quarto. Alguns hotéis oferecem refeições como parte de uma sala e arranjo bordo. No Reino Unido, um hotel é exigido por lei para servir comida e bebidas para todos os clientes dentro de determinados horários estabelecidos, para evitar este requisito não é raro se deparar com hotéis privados que não estão sujeitos a esta exigência.

No Japão, hotéis cápsula fornecem uma quantidade minimizada do espaço da sala e instalações compartilhadas. No Reino Unido, Austrália, Canadá e Irlanda (e raramente em algumas partes dos Estados Unidos), a palavra também pode se referir a um pub ou bar e não pode oferecer alojamento. Na Índia e Bangladesh, a palavra também pode se referir a um restaurante.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra hotel é derivada do termo francês hôtel (tendo a mesma origem de hospital), que se referia a edifícios que recebem visitantes freqüentes. Na língua francesa atual, a palavra hôtel tem a mesma acepção do termo português hotel[1] .

Cesar Ritz[editar | editar código-fonte]

Hotel Ritz de Paris.

O "pai" da hotelaria moderna. Desde muito jovem ocupou todos os postos de trabalho possíveis em um hotel até chegar a gerente de um dos maiores hotéis de seu tempo. Melhorou todos os serviços do hotel, criou a figura do sommelier, introduziu o banheiro nas unidades habitacionais (UHs) criando as suítes, revolucionando a administração. (Converteu os hotéis decadentes nos melhores da Europa, o que lhe gerou o pseudônimo de "mago").

A Hotelaria em Portugal[editar | editar código-fonte]

O Grupo Pousadas de Portugal (popularmente chamada de Pousadas) que, privatizado desde 2003 e comprado pelo Grupo Pestana, controla pousadas históricas em território português (a Pousada do Convento do Carmo em Salvador, Bahia, Brasil, é uma das únicas fora do território luso).

Um outro grupo hoteleiro de renome em Portugal e no Brasil é o grupo Vila Galé. Actualmente conta com 17 hoteis em territorio português e 6 hoteis no Brasil. Todos os hoteis Vila Galé em Portugal são de 4 estrelas exceto o hotel Vila Galé Paço de Arcos. No Brasil podemos encontrar hoteis Vila Galé de 5 estrelas, como por exemplo, o Vila Galé Marés, na praia de Guarajuba, perto de Salvador.

A hotelaria no Brasil[editar | editar código-fonte]

A hotelaria, em algumas regiões brasileiras, como Ilhabela, Fernando de Noronha e praias da região Nordeste, é um forte setor econômico, devido à alta movimentação turística. No Rio de Janeiro, por exemplo, o Copacabana Palace, um sofisticado hotel localizado em frente à famosa praia de Copacabana, é renomado internacionalmente e recebe turistas do mundo todo. Em São Paulo, a hotelaria dá destaque aos serviços de negócios e aos serviços empresariais para os empresários que para lá viajam. Além dos hotéis cinco estrelas, famosos internacionalmente pelos seus serviços, suítes e restaurantes sofisticados, há pousadas, albergues e pequenos hotéis que cobram diárias reduzidas em qualquer parte do território brasileiro.

A hotelaria nos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, a hotelaria tem grande destaque, devido ao grande fluxo de turistas, empresários, convenções e eventos durante o ano. As regiões que mais se destacam no setor são grandes cidades como Nova Iorque, Los Angeles, Chicago, Houston, Las Vegas, que além de referências financeiras e de pólos de negócios, possuem diversas opções turísticas. Ja em Orlando, Miami, Long Beach, o estado do Havaí, que são regiões administrativas menores, se destacam mais pelo potencial turístico, devido às praias, parques como o Magic Kingdom, e diversas formas de entretenimento. Porém, essas regiões não deixam a desejar em sua área financeira.

Devido a esses fatores, os hotéis estadunidenses são bem diversificados, ou até mesmo caracterizados, como por exemplo um hotel para abrigar grandes eventos de negócios em Nova Iorque, hotéis com diversos tipos de entretenimento como os de Las Vegas, ou até mesmo para abrigar milhares de turistas, como em Orlando.

Recordes mundiais[editar | editar código-fonte]

O maior[editar | editar código-fonte]

Em 2006, o Guinness World Records listou os do First World Hotel em Genting Highlands, na Malásia, como o maior hotel do mundo, com um total de 6.118 quartos[2] .

O mais antigo[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Guinness Book of World Records, o hotel mais antigo ainda em funcionamento é o Hoshi Ryokan, na área Onsen Awazu de Komatsu, Japão, inaugurado em 718[3] .

O mais alto[editar | editar código-fonte]

A torre se destaca dos outros edifícios e redesenha a paisagem de Dubai
Burj Khalifa

O Burj Al Arab na cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, é a mais alta estrutura do mundo, abrigando Hotéis, escritórios e apartamentos.[4] . Finalizado em Janeiro de 2010 a torre conta com uma altura total de 828 metros, 24 mil painéis de vidro blindado com camadas de prata e titânio para minimizar a incidência de raios UV e infra-vermelho. Os últimos 4 andares da torre são de estrutura metálica por ser mais leve do que concreto, possui os elevadores mais rápidos do mundo que transportam os usuários à uma velocidade de até 10 m/s (36 km/h) e pode ser visto a 95 km de distância.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hotel

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Turismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.