Houri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Houris no paraíso, segundo manuscrito persa do século XV

As houris, ḥūr ou ḥūrīyah (em árabe: حورية) (masc. árabe ‫حور‬, ḥūr, fem. árabe  ‫حورية‬, ḥūrīya, pl. ḥūrīyāt) são, de acordo com a fé islâmica, virgens prometidas aos homens islâmicos bem-aventurados, isto é, que como gratidão por suas boas ações em terra, é premiado com o paraíso. Estas são personagens celestiais.[1] O Islã também tem uma forte tradição mística que coloca estes prazeres celestiais no contexto em êxtase da consciência de Deus. [2]

Enquanto as mulheres muçulmanas têm direito de ter relações carnais apenas com seu marido, tanto na terra como no paraíso, os homens ganham o direito de manter cópulas com sua esposa e com suas houris, já que segundo Muhammad, as necessidades sexuais masculinas são mais fortes.

A vida de uma houri é extremamente submissa. Assim como os muçulmanos devem submeter-se a Deus, no paraíso, a houri deve se submeter a seu marido, que também desempenha um papel de mestre. As Houris são criaturas mágicas que não podem dizer não a seu marido, pois não têm a capacidade mental de escolher o que vão ou não fazer com seus corpos. Allah criou as houris para servir os muçulmanos e, portanto, eles não conhecem um mundo fora dessa servidão . Além disto, devem sorrir e expressar alegria. Contrariamente à crença popular, houris estão disponíveis não apenas para mártires, mas a todos os homens muçulmanos que vão para o paraíso.

A descrição física de tais virgens é dada como uma mulher ainda mais bonita, de corpo transparente. A medula dos ossos é visível como as linhas interiores de pérolas e rubis. É livre de incapacidades físicas rotineiras de uma mulher comum, tais como a menstruação, a menopausa, necessidades fisiológicas, a fertilidade e a indisposição. A houri é uma menina de tenra idade, de seios grandes e redondos, que não balançam, e desprovidas de pelos em qualquer parte do corpo, com exceção de seus belos cabelos e sobrancelhas.

É citado o número de 72 houris, valor de cárater mítico ou mágico, e simboliza a profusão.


Referências

  1. Dictionnaire des symboles musulmans, Malek Chebel, Edition Albin Michel, 1995, p.205
  2. "Heaven", The Columbia Encyclopedia (2000)


Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.